h1

O que foi mesmo que eles disseram?

Setembro 13, 2009

j0316761Não consigo pensar em  nenhuma habilidade gerencial que seja tão importante  quanto comunicação neste exato momento. Seus funcionários podem estar preocupados com a atual situação econômica mais do que você pensa. Seria uma boa idéia perguntar a eles, de tempos em tempos, como estão se sentindo e como estão. Esta é uma boa hora para falar com sua equipe.

Quando você conversar com eles, invista mais tempo ouvindo do que falando. E lembre-se que o que os seus funcionarios não falam é tão importante quanto o que eles falam. Você precisa desenvolver a habilidade de ouvir o que não está sendo dito e se aprofundar nisso para alcançar a verdade. Caso contrário, você terá a falsa impressão que está indo bem – até o momento em que você é demitido e substituído por alguém que consiga ser mais efetivo. Portanto, Ouça O Que Eles Não Estão Dizendo.

Não escute apenas o que é dito. Não ouça apenas o que você quer ouvir. Não tente fazer com que todas as respostas que você obtêm suportem suas premissas. É muito mais difícil, mas também é muito mais valioso escutar o que não é dito.

Tente fazer de suas reuniões, de suas pesquisas e da cultura da empresa uma ferramenta para construir bons diálogos. Discussões saudáveis e mesmo desacordos são cenários bem melhores do que se cercar com “sim senhor!”.  Você já sabe porque suas idéias são boas. O que você quer procurar ouvir é os porquês elas podem não ser perfeitas. Não silencie as vozes dissidentes. Não assuma que o silêncio é concordância. Geralmente não é. Aprofunde o suficiente para compreender o que sua equipe não está dizendo e você será um gerente melhor e mais efetivo.

Conte comigo.

Pablo

P.S. – Gostou? Para me seguir no Facebook, acesse https://www.facebook.com/coachingexecutivo

Anúncios

8 comentários

  1. Pablo,
    Excelente! Alías, o blog em geral!
    Recentemente assisti a um vídeo de Fred Kofman em um de seus seminários dando um maravilhoso exemplo prático sobre isso. Acredito que você vá gostar.

    Se tiver interesse podemos trocar links entre nossos blogs.
    Abraços e sucesso!
    Caio.

    Gostar


  2. Obrigado Caio
    Tambem gosto muito do que o Fred escreve
    Será um prazer compartilharmos links
    Abs

    Gostar


  3. […] até o minuto em que você é despedido e substituido por alguém que pode ser efetivo. Portanto, escute o que eles não estão dizendo e você será um executivo […]

    Gostar


  4. LinkedIn Groups
    Group: Governança Corporativa – Brasil
    Subject: New comment (2) on “O que foi mesmo que eles disseram?”
    O Michael Dell, procura sempre fazer um passeio entre os colaboradores do nível operacional. Fazendo assim um diagnóstico por amostragem. E mais ainda, compreendendo e ouvindo suas contribuições.

    Acredito que para se entender o que diz um emissor não basta somente entender a terminologia das palavras é preciso conhecer aspectos inerentes ao referidos emissor. Só assim eu vou compreender o que realmente ele quer dizer quando “tenta me dizer alguma coisa”. Isso cabe às equipes.

    Com isso lembro da Hermenêutica 🙂

    Posted by Paulo Borges

    Gostar


  5. LinkedIn Groups
    Group: APG Amana-key
    Subject: New comment (2) on “O que foi mesmo que eles disseram?”
    Tenho uma teoria a respeito de Comunicação, esta atividade supercritica da Gerencia: Ocorre que muitos de nós não conseguiu ainda amadurecer e ainda fica como no conforto do utero da mãe ou ainda como um bebe. Nestas situações não é preciso explicitar muito o que se deseja; a mãe faz tudo sem que peçamos.
    Na vida profissional tenho visto muitas pessoas quq agem assim. Não explicitam claramente o que querem, mas esperam que os outros façam aquilo que desejam (sem que peçam).

    Para mim, a responsabilidade pela boa comunicação é do emissor.

    Mais dicas , em meu livro “Sucesso em Paradas de Manutenção”, capitulo COMUNICAÇÃO.

    Posted by Luiz Verri

    Gostar


  6. LinkedIn Groups
    Group: APG Amana-key
    Subject: New comment (1) on “O que foi mesmo que eles disseram?”
    Este é, em minha opinião, um tema de extrema relevância para as organizações. A ignorância deste tema é inversamente proporcional ao tamanho da organização. Felizmente muitas ferramentas estão disponíveis para nos auxiliar nesta “selva” da comunicação. Como sempre a matemática vem sempre nos prestar um grande auxílio. No passado tivemos a estatística (Schewart / Deming). Desde então temos muitas ferramentas de gestão, que ajudam a reduzir algumas de nossas maiores dificuldades (Ex.: BSC, KM, etc). Mas nada disto vale mais do que um bom líder, aquele com conhecimento de causa e confiável (que dissemina Valores).

    Posted by Luis Felipe Rodrigues Pinto

    Gostar


  7. LinkedIn Groups
    Group: IBGC – Instituto Brasileiro de Governança Corporativa
    Subject: New comment (1) on “O que foi mesmo que eles disseram?”
    Tudo muito certo. Muitos executivos escutam mas não ouvem e o pior, quando ouvem, não estão interessados no que os funcionários têm a dizer. Eu já trabalhei com chefes que nunca admitiam estar errados e também não queriam saber da opinião dos funcionários. No final eu fiquei na empresa e eles foram demitidos. Muito com conselho o da reportagem.

    Posted by Ignez Costa

    Gostar


  8. Muito pertinente e real o texto, inclusive e a situação que ocorre no dia a dia.

    Gostar



Expresse sua opinião

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: