h1

Gerenciando Mudanças / Gerenciando o Medo das Pessoas

Abril 8, 2010

Gerenciar mudanças significa gerenciar o medo das pessoas. Mudança é uma coisa natural e positiva, mas a reação das pessoas à mudança é imprevisível e irracional. No entanto, há uma luz no final do túnel: ela pode ser gerenciada se feita da forma correta.

Mudança

Nada é tão desconcertante para a sua equipe quanto mudanças. Nada tem tamanho potencial para causar desastres, quebras de produção ou queda na qualidade.  Ainda assim, nada é tão importante para a sobrevivência da sua organização quanto essas mesmas mudanças. A história é cheia de exemplos de organizações que falharam em mudar e que agora estão extintas. O segredo para gerir com sucesso mudanças, na perspectiva dos funcionários, é transparência e acordo.

A resistência à mudança vem do medo do desconhecido ou da expectativa de perda. O início do processo de resistência à mudança de um indivíduo passa por como ele percebe a mudança. Já o fim deste processo passa por como ele está equipado para lidar com a mudança que ele espera.

O nível de resistência à mudança de um individuo é determinado pela forma como ele percebe a mudança: é boa ou é ruim?, e também pela expectativa de quão severo será o impacto da mudança sobre ele.  No final das contas, aceitar a mudança é uma equação envolvendo de um lado quanta resistência a pessoa possue e  do outro a qualidade de sua resiliência e do seu sistema de apoio.

Seu trabalho como líder é lidar com a resistência deles para ajudá-los a reduzi-la a um nível mínimo que seja gerenciável. Que fique bem claro: seu trabalho não é intimidar a resistência deles para que você possa seguir em frente.

A Percepção Definitivamente Importa

Se você mexe a mesa de um funcionário 15 centimetros, possivelmente ele não vai notar ou mesmo se importar. Mas, se o motivo pela qual você mexeu a mesa esses quinze centimetros foi porque é necessário acomodar um outro profissional numa mesa adjacente, aí você poderá encontrar uma grande resistência à mudança. Na realidade, tudo vai depender de como o funcionário mais antigo se sente em relação ao contratação de um funcionário adicional: é uma ameaça à sua função ou um suporte necessário?

  • Uma promoção é geralmente considerada uma boa mudança, certo? Entretanto, um funcionário que duvida de sua habilidade de lidar com uma nova posição pode resistir fortemente a essa promoção.  Ele lhe dará todo tipo de razões para não querer a promoção, menos a verdadeira.
  • Você poderia esperar que um funcionário de nível mais alto seja menos preocupado sobre a possibilidade de ser demitido, partindo do pressuposto que ele tem economias e investimentos que lhe dariam a cobertura necessária durante sua busca de emprego. Entretanto, o individuo pode se sentir ultrapassado e considerar que a busca será longa e complicada. Da mesma forma, sua preocupação em relação a um funcionário de baixa renda ser mandado embora pode ser infundada se ele teve a oportunidade de poupar se antecipando a um possível corte.
  • Seu melhor vendedor pode hesitar em aceitar uma nova conta de altíssimo potencial porque tem uma crença irracional de que ele não se veste bem o suficiente.

Se você tenta e intimida esta resistência, você acaba fracassando. O funcionário cuja mesa você teve que mover vai desenvolver problemas de produtividade. O funcionário de alta-performance que está sempre declinando a promoção  pode pedir as contas ao invés de continuar dando desculpas para recusar sua oferta. E o vendedor fora-de-série pode deixar cair as vendas até o ponto em que você não mais vai considerá-lo para a nova conta. Ao invés deste caos, você supera a resistência sendo nítido quanto a mudança e alcançando um acordo mútuo.

Transparência

Logo de cara você precisa definir a mudança para os funcionários com tanto detalhes quanto possivel e tão cedo quanto puder. Providencie atualizações sobre seu status na medida em que as coisas forem evoluindo e ficando mais claras. No caso da mesa que teve que ser deslocada, diga ao funcionário o que está acontecendo: “Nós precisamos de mais profissionais. Nossas vendas aumentaram cerca de 40% e nós não podemos atender esta demanda, mesmo com um monte de horas extras. Para abrir espaço para eles, teremos que redesenhar um pouco o lay-out”. Você pode inclusive perguntar aos funcionários como eles acham que o espaço deve ser redimensionado. Você não precisa aceitar a sugestão deles, mas sem dúvida ja é um bom começo em direção a um acordo.

Perceba que transparência é uma via de mão dupla. Uma vez esclarecido o problema, você precisa que os funcionários também esclareçam as razões por detrás da resistência deles.

Acordo

Acordar também é uma via de mão dupla. Você quer que as pessoas entendam o que está mudando e porquê. Mas você também precisa entender a relutância deles.

  • Você tem que ajudar sua equipe a compreender. Eles querem saber o que será mudado e quando isso vai acontecer, mas eles também querem saber o porquê. Por que isso está acontecendo agora? Por que as coisas não podem continuar da forma como elas sempre foram? Por que isto está acontecendo comigo?
  • Também é importante que eles entendam o que NÃO está mudando. Isso não somente lhes dá uma coisa a menos para se estressar, mas também lhes proporciona uma âncora, algo em que podem se apoiar enquanto enfrentam os ventos da incerteza e da mudança.
  • Você precisa entender seus medos especificos. Sobre o que eles estão preocupados? O quão significativo é o sentimento deles sobre isso? Eles percebem isso como sendo uma coisa boa ou ruim?

Gerencie Este Tema

Não tente racionalizar as coisas. Não perca tempo desejando que as pessoas fossem mais previsíveis. Ao invés disso, foque na abertura e na manutenção de canais de comunicação claros com os seus funcionários, de modo a que eles compreendam o que está por vir e o que isso significa para eles. Eles irão reconhecê-lo por isso e serão mais produtivos tanto antes quanto depois da mudança.

Conte comigo,

Pablo

Anúncios

43 comentários

  1. LinkedIn Groups
    Group: VOCE S/A
    Subject: New comment (1) on “Gerenciando Mudanças / Gerenciando o Medo das Pessoas”

    Concordo plenamente.O medo das pessoas é algo imprevispivel e pode ser maior ainda, quando se fala de Mudanças. A reação das pessoas pode ser catastrófica. Mas como genreciar isso? E qual a forma correta? O que é correto nessa hora?

    Posted by Anthony Hermes Federolf

    Gostar


  2. Parabéns pelo Artigo.

    Se tivéssemos que priorizar os medos a serem trabalhados na equipe, qual seria a ordem de prioridades?

    Você acha que a pirâmide de Maslow pode ser aplicada para direcionar essa priorização?

    Sucesso

    Ronald Alves
    http://www.ronald-alves.com.br

    Gostar


  3. Excelente abordagem, e de fato muito prática, pois as pessoas têm realmente bastante dificuldade em aceitar com tranquilidade as mudanças de gestão ou de processos. Isso é decorrente da insegurança quanto à qualidade do próprio trabalho…

    O texto me fez lembrar de um filme chamado “Obrigado por fumar”, onde o papel do protagonista, um lobista, é vender uma idéia positiva para a mídia a respeito de um produto com repercussão e opinião negativa de um grande número de pessoas. A relação do filme com o contexto do medo de mudanças é o seguinte: para introduzir mudanças e evitar a resistência do grupo utilize a experiência de um bom VENDEDOR, para que divulgue os novos objetivos com um rico repertório de argumentos positivos a respeito do assunto.

    Grande abraço!
    Adriano Berger

    Gostar


  4. Muito claro este texto! Parabéns!

    Gostar


  5. LinkedIn Groups
    Group: Liderança e Inteligência Emocional no Varejo
    Subject: New comment (2) on “Gerenciando Mudanças / Gerenciando o Medo das Pessoas”

    Prezado Pablo,
    Muito boa a matéria ! Parabéns ! Acho que focado no cotidiano de quase todos os participantes aqui do Linkedin.
    “Toda mudança gera desconforto” .
    Fui disseminador das mudanças no grupo Multibrás anos atras quando do inicio do processo de globalização. Tudo fica melhor quando bem explicado o “porque” e o “como” das mudanças.
    Hoje vivemos num mundo extremamente dinâmico e de constante mudanças e, é necessária também constante “comunicação” para não surtir efeitos desagradáveis na aplicação das mesmas.

    Um grande abraço e tenha um excelente final de semana

    Posted by Sergio Diana de Bonilha

    Gostar


  6. LinkedIn Groups
    Group: HR/RH in – Council of Human Resources and Recruitment Consultants Brazil – Executive Suite
    Subject: New comment (1) on “Gerenciando Mudanças / Gerenciando o Medo das Pessoas”

    Excelente matéria Pablo, e muito importante que divulguemos esta especialidade! Afim de demonstrar ao mercado a economia, agilidade e confiabilidade que uma mudança bem gerenciada pode obter.

    Posted by Alexandre Bianco

    Gostar


  7. LinkedIn Groups
    Group: FAAP Alumni
    Subject: New comment (1) on “Gerenciando Mudanças / Gerenciando o Medo das Pessoas”

    parabens pelo bom trabalho
    eu acrescentaria: alem de gerenciar o medo das pessoas – provocar o lado criativo e pensante das pessoas. isto ajuda a acabar com medos.
    saudacoes fraternas
    mauricio mourao

    Posted by mauricio mourao

    Gostar


  8. LinkedIn Groups
    Group: Universidade Presbiteriana Mackenzie
    Subject: New comment (1) on “Gerenciando Mudanças / Gerenciando o Medo das Pessoas”

    Muitas vezes, as pessoas não conseguem “mergulhar” como sendo uma novidadde, uma situação nova, pois nós existimos com base na relatividade que sempre nos remete aos nossos valores, crenças, vivências anteriores, que acabam criando pré conceitos, que muitas vezes nos impedem de simplesmente viver a novidade. Eu ministro workshop de relacionamento interpessoal com base também na PNL e diversas vezes nas vivências, as pessoas conseguem ter esta constatação e quando conseguem ter consciência, é mágico o movimento e a realização que se experimenta, pois vence-se o medo e busca-se o novo.
    Um abraço a todos, Izabela Galvão

    Posted by Izabela Galvão

    Gostar


  9. LinkedIn Groups
    Group: DBM Brasil
    Subject: New comment (1) on “Gerenciando Mudanças / Gerenciando o Medo das Pessoas”

    Pablo, quero acrescentar que a mudança sempre foi, é e será, um objeto do desconforto humano, independente de sua natureza e dimensão. Ainda que positivas as mudanças causam resistências, nem sempre conhecidas, mas sempre presentes. O segredo é encarar a mudança e passar da resistência para o desafio o mais rápido possível. Esse é um tema intrigante e que merece um diálogo intenso. Abraços….

    Posted by Sergio Augusto Lopes

    Gostar


  10. LinkedIn Groups
    Group: Executivos Brasil
    Subject: New comment (1) on “Gerenciando Mudanças / Gerenciando o Medo das Pessoas”

    Excelente artigo!

    Good coaching.

    Posted by Iris Cambilargiu

    Gostar


  11. LinkedIn Groups
    Group: indica (networking, carreira e vagas de emprego)
    Subject: New comment (1) on “Gerenciando Mudanças / Gerenciando o Medo das Pessoas”

    Excelente artigo Pablo
    Sou especialista e eterna estudiosa de Change Management.
    Gostaria de fazer duas recomendações:
    1 – Livro Gerenciamento de Mudanças – Esther Cameron e Mike Green – Editora Lasselva Negócios
    2- Workshop para Empreendedores da Endeavor na próxima semana sobre Gestão de Mudanças, com enfoque para a decisão de empreender…. Dia 14 de abril no Insper – SP. Inscrições pelo site http://www.endeavor.org.br/ Vagas limitdas..

    Abraço

    Carmem Rocha

    Posted by Carmem Rocha

    Gostar


  12. LinkedIn Groups
    Group: Rh Automotive
    Subject: New comment (1) on “Gerenciando Mudanças / Gerenciando o Medo das Pessoas”

    O medo vem de tempos não muito remoto, pois as famosas reengenharias determinavam as demissões em massa, onde a maior mudança se media nas demissões, porque todas as mudanças na verdade era com a finalidade de se demitir e reduzir custos sem investimentos, somente com as derrotas causada por esta definição torpe é que se começou a restruturar com mais propriedade, agora o fantasma ainda ronda, após longos anos ainda é lembrado desta maneira e olha que o brasileiro tem memória curta, mas temos que ter uma nova visão do novo e ter mais propósito a mudança para melhorar as condições de trabalho e da vida no geral.

    Posted by Weber Augusto

    Gostar


  13. Excelente texto e o tema proposto é muito pertinente aos nossos dias. As mudanças sempre ocorreram no passado, ocorrem no presente e ocorrerão no futuro. O que muda, e isto já é um aspecto da mudança com relação a evolução do conhecimento das pessoas, é a forma como elas são conduzidas. No passado, a maioria das mudanças ocorriam de forma sigilosa e imperativa. Atualmente temos o Planejamento Estratégico e se as mudanças já foram previstas neste Planejamento, também entendo que devam ser conduzidas da forma como propõe o texto. Mas temos que estar preparados para as mudanças repentinas, que não foram planejadas e isto exige grande habilidade e esforço por parte dos líderes. Por exemplo, a morte repentina do dono da empresa. Nunca queremos que isto aconteça para o bom andamento dos negócios, mas também sabemos que ninguém é eterno, como já disse Dalai Lama no texto do topo. Neste momento é que realmente tratamos com os desafios do imprevisto e temos que liderar as mudanças com extrema habilidade para que a Organização continue no seu rumo e as pessoas não sintam o medo e não fiquem desmotivadas.

    Um abraço a todos e SUCESSO!!!

    Cláudio Oliveira

    Gostar


  14. Excelente artigo!

    Mudanças ocorrem a todo tempo, não só nas empresas, mas também na vida pessoal e o segredo para encará-las de forma positiva é a transparência.
    O problema é que nem sempre as pessoas tratam o assunto com a transparência e seriedade necessárias, ocasionando o medo e a insegurança em todos os envolvidos.
    Não tenhamos medo da verdade! Ao disseminarmos os motivos e principalmente, objetivos das mudanças, teremos sempre a ganhar.

    Esse é o papel do líder!

    Lydiane Cunha

    Gostar


  15. LinkedIn Groups
    Group: Tecnologia da Informação – TI Brasil
    Subject: New comment (1) on “Gerenciando Mudanças / Gerenciando o Medo das Pessoas”

    Olá Pablo. Que lindo este site, e principalmente os dizeres do Dalai Lama. Concordo com você da falha das organizações em efetuarem mudanças adequadamente. Vivi situações em que empresas tinham interesse em não fornecer detalhes das mudanças por saberem que os impactos seriam ilegais ou não éticos. Acredito que os dizeres do Dalai Lama se aplicam não apenas a pessoas, mas também às organizações. No capitalismo vale tudo por dinheiro, e isto está fazendo com que nos devoremos uns aos outros. Parece pessimismo, mas técnicas de motivação, manutenção de talentos e tantos outras técnicas não se aplicam em processos de outsourcing, por exemplo, onde pessoas são meros recursos e nada mais que recursos.

    Posted by Geraldo Melo

    Gostar


  16. LinkedIn Groups
    Group: Tecnologia da Informação – TI Brasil
    Subject: New comment (2) on “Gerenciando Mudanças / Gerenciando o Medo das Pessoas”

    Excelente matéria Pablo, e muito importante que divulguemos esta especialidade! Afim de demonstrar ao mercado a economia, agilidade e confiabilidade que uma mudança bem gerenciada pode obter.

    Posted by Alexandre Bianco

    Gostar


  17. Excelente artigo. A única certeza que temos em projetos é que mudanças ocorrerão. Sendo assim, precisamos gerenciar estas mudanças com a equipe e com todos os demais envolvidos.

    Gostar


  18. Adorei o artigo! As pessoas normalmente tem resistência às mudanças pois ao sair da “zona de conforto” se sentem mais vulneráveis. Cabe ao líder contornar esta situação com transparência. A partir do momento em que se explica os motivos da mudança e se permita que as pessoas tirem suas dúvidas o processo se torna mais tolerável. Pessoalmente já passei por situações de mudanças em algumas empresas que trabalhei e pude perceber a reação das pessoas, algumas literalmente apavoradas pois eram antigas de casa e, na cabeça delas, tinham certeza de que seriam desligadas.Mas hoje em dia como o mercado está muito dinâmico, empresas comprando empresas, não é possível fecharmos os olhos pois elas podem acontecer com maior frequência que antigamente. Então , devemos estar preparados para encará-las da melhor maneira possível e acreditar em nosso potencial.

    Gostar


  19. LinkedIn Groups
    Group: Sustentabilidade Brasil
    Subject: New comment (1) on “Gerenciando Mudanças / Gerenciando o Medo das Pessoas”

    Olá, Pablo!

    Excelente post!

    Saber qual a expectativa dos funcionários em relação às mudanças é entender um ponto da relação subliminar entre empregado e empregador.

    É vital a “abertura e a manutenção de canais de comunicação claros com os funcionários, de modo a que eles compreendam o que está por vir e o que isso significa para eles.”

    Quando a Starbucks anunciou a reestruturação, os empregados se uniram e colocaram no ar o starbucksgossip.com, um endereço destinado a troca de informações sobre os detalhes das mudanças que estavam por vir.

    Se a empresa não abrir os canais de comunicação os funcionários abrem…

    Com blogs, sites e através das redes sociais respondem as expectativas em relação às mudanças com “nitidez e via de mão única”.

    Por fim, é possível simplificar os processos, produtos, sistemas e até mesmo as práticas de gestão, mas não o comportamento humano.

    Abraços!

    Posted by Romero Cavalcanti *

    Gostar


  20. Excelente artigo com interesse relevante.

    As organização por si só têm que ser dinâmicas e o termo mudança está implícito. É típico do ser humano preferir o comodismo ao dinamismo. Um líder terá que trabalhar bem as mudanças, visando sempre o interesse da organização mas nunca descurando o Ser Humano.

    Gostar


  21. LinkedIn Groups
    Group: Universidade Presbiteriana Mackenzie
    Subject: New comment (2) on “Gerenciando Mudanças / Gerenciando o Medo das Pessoas”

    Olá, Pablo,
    sua temática é muito oportuna. Interessante refletir que trabalhamos para criar situações de “estabilidade”, mas o mundo contemporâneo chama de “estável” àquilo que é gerenciável em todas as nuances de transformação.
    É um paradoxo notável.
    Fiquei refletindo no que seria “forma correta”, e meu pensamento mais linear foi de que a expressão traduz o conjunto de medidas práticas e conceituais que representam a resiliência individual frente à vida, de forma genérica.
    Parabéns e espero ler novas abordagens suas.
    Etiene

    Posted by Etiene Arruda

    Gostar


  22. Boa Tarde Pablo,
    O tema é sempre atual, pertinente e está muito bem colocado e acontece nas empresas toda hora. Gostaria de complementar dizendo que muitas vezes as atitutes dos líderes têm a ver com a maneira como a empresa coloca qualquer tipo de mudança para os seus funcionários, com o alinhamento estratégico entre board e lideranças. Se a transparência fizer parte da estratégia da empresa os líderes agirão como tal. É muito mais fácil agir sem medo quando se tem um exemplo a seguir.

    Gostar


  23. Bem oportuno e elucidativo. Tenho apenas 1 consideração, ainda sem uma resposta.. Acredito que o termo gerenciar mudanças.. o gerenciar soa muito como gerenciar atividade, projetos e tarefas.. mesmo para pessoas, neste assunto não seria. Acredito que a gestão de mudanças, se traduz num pequeno dilema: a pessoas são resistentes às mudanças , ou na verdade são resistente a mudar si mesmas. O enfoque de mudanças é o cenário externo à pessoa, quando na verdade o desafio é criar motivos e facilitar a analise e mudança interna do profissional.. que por consequencia ajudará em varios aspectos, inclusive mudanças…

    Gostar


  24. LinkedIn Groups
    Group: Tecnologia da Informação – TI Brasil
    Subject: New comment (3) on “Gerenciando Mudanças / Gerenciando o Medo das Pessoas”

    Ótima iniciativa!! Esse problema é um dos que eu mais enfrento e vejo no dia-a-dia. Conheço diversas pessoas que tem problemas com mudanças e realmente eu estava precisando estudar mais sobre o assunto pra me ajudar e aos outros tb,
    Eu trabalho com TI a mais de 5 anos e estou em uma empresa a 2 anos. Meus chefes e donos da empresa não aceitam mudanças de forma alguma, eu apresento a eles novos conceitos de gerenciamento de projetos da graduação que estou fazendo, mas no final, não gera resultado nenhum, ou eles não aceitam e começam a encontrar vários obstáculos para inviabilizar as mudanças.

    Posted by Andre Putz

    Gostar


  25. LinkedIn Groups

    * Group: ANEFAC
    * Subject: New comment (1) on “Gerenciando Mudanças / Gerenciando o Medo das Pessoas”

    Concordo plenamente, de fato as pessoas têm uma resistencial natural diante de um processo de mudança.
    Para minimizar essa resistencia é muito importnte que no processo de gerenciamento de mudança, como bem disse o amigo Pablo, que a comunicação aconteça de forma clara e constante,pois é muito mais fácial você chegar lá, se você sober exatamente onde é o seu destino.

    Posted by Emerson Teles

    Gostar


  26. Pablo,

    O tema está muito bem exposto e sem dúvida é de fundamental importância nas organizações, não só atualmente e sim desde o momento em que o momento se organizou para empreender uma atividade, competindo no mercado e buscando resultados.

    Atualmente se vive uma geração de modismos, de frameworks, métodos, etc. No entanto, o príncipio é simples e está ligado ao quanto se confia no talento dos profissionais. Muitos gestores que se dizem modernos e focados em pessoas, são apenas rótulos e não praticam o que falam, apenas propagandeam, pois o importante é “vender sua imagem”.

    Gerenciar mudanças é essencialmente liderar pessoas através do comprometimento, da hombridade, da parceria, da clareza do que se espera e onde se pretende chegar, é respeito às competências e habilidades angariadas nos passado que auxiliam no planejamento do futuro (é claro, atualizado como os novos requerimentos de mercado, tecnologia, estratégia, etc).

    O Gestor ou Líder que não está há ouvir a experiência de outros para a realização daquela estratégia/meta, está tentando na verdade fazer valer seu pensamento (geralmente pelo medo) e apenas conseguirá um grupo que executará seus mandos, correndo o grupo o risco de ser considerado culpado de insucesso ou não entendimento injustamente considerando que o processo de comunicação, mandatório, é rudimentar.

    É uma reflexão que proponho piramidando em cima de seu texto, na tenntativa de conscientização (junto com você) de que as organizações não precisam deixar de ser humanas para serem maiores e melhores.

    Espero que outros leitores opinem também sobre isto.

    Sucesso a todos nós neste mundo onde a única certeza que há é que sempre ocorrerão mudanças, e princiipalmente, ampliação de conhecimento.

    T.Lamb

    Gostar


  27. LinkedIn Groups

    * Group: ANEFAC
    * Subject: New comment (2) on “Gerenciando Mudanças / Gerenciando o Medo das Pessoas”

    Pelas leis de Newton as coisas não mudam por si só, ou ficam em repouso ou em movimento constante em uma direção, e com as pessoas não é muito diferente. Uma coisa é sugerirmos mudanças para os outros, outra coisa é mudarmos efetivamente.
    As mudanças no ambito organizacional ocorrem basicamente por coação ou por conscientização, a primeira é a famosa quem pode manda e quem tem juizo obedece, e a segunda é a que exige que se expresse (ou que se sinta) um motivo (necessidade) para a mudança, a interiorização desse motivo por parte dos afetados com a mudança e a mobilização para um estado de coisas diferente do atual, com todos os medos e incertezas que um processo de mudança irá causar.
    Mudar não é fácil, doi, nem sempre é na direção certa, mas é o único caminho para o crescimento pessoal e organizacional.

    Posted by Gianni Ricciardi

    Gostar


  28. LinkedIn Groups
    Group: Vagas de TI
    Subject: New comment (1) on “Gerenciando Mudanças / Gerenciando o Medo das Pessoas”

    Caro,

    As pessoas em geral não gostam muito de sair da zona de conforto, isso é natural, pois somos treinados desde pequenos a não levar em conta que tudo neste universo é INCERTO, e é justamente neste incerteza que podemos nos permitir às mudanças. Aprendendo isso, com certeza podemos observar a dificulade das pessoas,

    Posted by Mauro Martins

    Gostar


  29. LinkedIn Groups

    * Group: InformationWeek Brasil
    * Subject: New comment (1) on “Gerenciando Mudanças / Gerenciando o Medo das Pessoas”

    Recomendo a reportagem “O fator humano”, que trata do assunto sob o ponto de vista da TI. O texto está na InformationWeek Brasil de Janeiro, a partir da página 34.

    Aos que tiverem interesse, eis um link direto: http://issuu.com/informationweekbrasil/docs/iwb_223/34

    Posted by Felipe Dreher

    Gostar


  30. Pablo, muito interessante esse artigo, principalmente porque é um assunto que não irá deixar de estar na nossa rotina, atualmente a única certeza que temos, é que, em um determinado momento algo irá mudar, ou algo precisará ser mudado, por isso, lidar com esse aspecto tem que ser habilidade requerida e inerente aos gestores atuais e futuros.
    Parabéns

    Gostar


  31. Excelente tema.
    Parabens.

    Gostar


  32. Já trabalhei em algumas empresas na criação e reestruturação administrativa e de marketing. Na prática sempre tem aqueles que não aceitam as mudanças, que estão tão acomodadas na posição de conforto que irão querer derrubar e provar que estas não funcionam.
    Com pulso, envolvimento, clareza dos objetivos, trazemos as pessoas que realmente estão comprometidas e abertas ao crescimento/evolução necessárias as empresas.
    Tudo que estagna, acaba morrendo, ainda mais na velocidade das informações, mudanças e ferramentais atuais disponiveis.
    Com certeza este artigo ajuda muito a agregar valores e informações aqueles que precisam entender que mudanças são necessárias e imprescindiveis ao crescimento.

    Gostar


  33. […] Nada é tão desconcertante para a sua equipe quanto mudanças. Nada tem tamanho potencial para causar desastres, quebras de produção ou queda na qualidade.  Ainda assim, nada é tão importante para a sobrevivência da sua organização quanto essas mesmas mudanças. A história é cheia de exemplos de organizações Leia na Íntegra, Fonte: https://room4d.wordpress.com/2010/04/08/gerenciando-mudancas-gerenciando-o-medo-das-pessoas/ […]

    Gostar


  34. LinkedIn Groups
    Group: BRAZIL IN BUSINESS: Council of Executives, professionals and management. $ VAGAS e OPORTUNIDADES $
    Discussion: Gerenciando Mudanças / Gerenciando o Medo das Pessoas

    Muito bom. Passei por um processo de grandes mudanças em 2010 e pude constatar o fato. Infelizmente não fui incluído nelas. Faz parte, temos que encarar o fato e os novos desafios que virão. A terra também sofre grandes transformações e sobrevive e se renova até hoje. Devemos aprender observando essa natureza.

    Posted by Wlamir Romão

    Gostar


  35. LinkedIn Groups
    Group: BRAZIL IN BUSINESS: Council of Executives, professionals and management. $ VAGAS e OPORTUNIDADES $
    Discussion: Gerenciando Mudanças / Gerenciando o Medo das Pessoas

    Pablo,

    Na edição de JAN-2009, saiu uma matéria na HBR (Harvard Business Review) intitulada “Escolha a estratégia de transição correta” em que o autor explica uma abordagem desenvolvida por ele decorrente de sua experiência em fusões e reestruração de empresas. Para explicar esta abordagem, o autor definiu um acrônimo chamado STARS que aponta os distintos momentos por que passa uma organização (Start-up, Turnaround, Accelerated Growth, Realignment e Sustained Success).

    Segundo o autor, contextos organizacionais distintos exigem estratégias distintas de transição. Por exemplo, uma empresa que precisa de um turnaround para evitar a bancarrota aceitará um líder do tipo herói que implementa mudanças mais rapidamente. Uma empresa que precisa de manter sucesso por outro lado exigirá um líder mais democrático que chegue a soluções acordadas. Obviamente que o timing disto será mais longo.

    O artigo é muito interessante e foge da visão puramente acadêmica, já que o autor é ele próprio um executivo de mercado que aplicou o que ele prega. O artigo mostra também que usar de lições aprendidas do passado pode ser uma armadilha na medida em que as ações devem considerar o contexto organizacional vigente em que o líder se encontra e não apenas os contextos organizacionais vividos no passado.

    Um grande abraço,

    Posted by Djalma Gomes (djalma_gomes@yahoo.com)

    Gostar


  36. LinkedIn Grupos
    Grupo: MKTmais – Estratégia, Marketing e Novos Negócios Brazil / LATAM
    Discussão: Gerenciando Mudanças / Gerenciando o Medo das Pessoas

    O medo é o limite entre o conhecido e o desconhecido, é sempre bom viver neste limite, mas as vezes pode se tornar um lugar muito perigoso.
    Mas se não fosse o medo, não teríamos a superação, que nos traz a vitória e o fato de conhecer o desconhecido, com o tempo conseguimos até dominar o que antes nos amedrontava. E mudança é sempre um desafio a ser vencido.

    Publicado por Eduardo Anzanello

    Gostar


  37. LinkedIn Grupos
    Grupo: PM Tech Project Management Community (Brazil)
    Discussão: Gerenciando Mudanças / Gerenciando o Medo das Pessoas

    A mudança leva as pessoas da organização a sair de sua zona de conforto.onde ele tinha sua estabilidade segurança e as necessidades basicas atendidas.Por isso a mudança e tão dificil e augumas empresas estão criando até um escritorio de mudança que ajuda toda organização como tambem o PMO a tomar decisões e que sejam melhor realizadas melhorando o ambiente organizacional e um crescimento para a empresa.Como o titulo do artigo diz gerenciar o medo das pessoas tambem e muito importante pois pode levar ao insucesso do projeto e nos como gerente do projeto temos unicamente que garantir o sucesso do mesmo.

    Publicado por Rafael Lima

    Gostar


  38. LinkedIn Grupos
    Grupo: Rio de Janeiro In
    Discussão: Gerenciando Mudanças / Gerenciando o Medo das Pessoas

    Pablo, este tema tb me interessa bastante, pois estamos iniciando aqui na empresa um trabalho sobre ele e ainda não há muito benchmarking para buscarmos no mercado, pois é um tema que muitas empresas ainda não estão focadas em trabalhar. Será bom mantermos contato para trocarmos as experiências que conseguirmos.

    Publicado por Andressa Campos Poubel

    Gostar


  39. LinkedIn Groups
    Group: Novos Planos – Empregos e Vagas Vip
    Discussion: Gerenciando Mudanças / Gerenciando o Medo das Pessoas

    pablo, olá, realmente a resist~encia ás mudanças faz parte danatureza humana. Eu, como psicóloga, estudei muito esse fenômeno e possoafirmar q são poucas as pessoas q enfrentam bem as mudanças, algumas poucas até gostam!
    Abs,. Guenia

    Posted by Guenia Bunchaft

    Gostar


  40. LinkedIn Groups
    Group: GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS
    Discussion: Gerenciando Mudanças / Gerenciando o Medo das Pessoas

    Excepcional o tema! eu que já passei por mudanças radicais tanto na carreira quanto na localidade poderia dissertar horas sobre os medos, duvidas, anseios, etc.. Por isso mesmo eu hoje, gosto de ajudar quem precisa do empurrãozinho.. vale muito a pena!!

    Posted by Rita Capella

    Gostar


  41. LinkedIn Grupos
    Grupo: Universo RH
    Discussão: Gerenciando Mudanças / Gerenciando o Medo das Pessoas

    Excelente matéria, e de fato muito apropriada, pois as mudanças são constantes e fazem parte do cotidiano, independente da situação em que cada pessoa se encontra, elas sempre ocorrem.
    Considerando que cada indivíduo é único em sua forma de ver, sentir, encarar e lidar com os fatos, realmente é muito importante o líder focar na Comunicação Eficiente. É responsabilidade do líder observar o ambiente e registrar todos os sinais, verbais e não verbais, para garantir a boa troca de informações, de modo a criar e manter um clima agradável e empático. Abordar os temas sob a luz da verdade e transparência mesmo quando não é possível revelar todos os fatos, é dever enfatizar e dar veracidade aqueles pontos que são de interesse comum.
    Devemos sempre lembrar que como pessoa, lidamos com pessoas, através de pessoas; que as qualidades mais valorizadas em um líder são o autoconhecimento, o reconhecimento das emoções e o equilíbrio, pois possibilitam ações que aglutinam pessoas, valorizam equipes e otimizam resultados.

    Adriana

    Publicado por Adriana Cristina Silva

    Gostar


  42. LinkedIn Grupos
    Grupo: Universo RH
    Discussão: Gerenciando Mudanças / Gerenciando o Medo das Pessoas

    Olá grupo!
    Concordo com o comentário da Adriana e saliento que sou muito adepta às mudanças, desde que sejam feitas de forma transparente.
    Como profissional de RH sei o quanto “mudar” causa impacto em um colaborador e o quanto quem gerencia deve estar preparado para atuar neste sentido.
    O que se vê na grande maioria são gestores despreparados que continuam a cobrar os resultados sem darem a devida importância ao medo de cada parceiro da sua equipe. Estes gestores devem se cercar do RH para que sejam orientados em como lidar primeiro com a mudança para depois serem multiplicadores e poderem aprenderem juntos, gestor e equipe a lidar com estes medos e poderem pasar por cima de tudo isso com o mínimo de desgaste e o melhor: conservando a dignidade, respeito e a lealdade da equipe.
    Mas saliento que a transparência e o suporte devem ser atitudes essenciais para que a mudança venha, atue e extraia o melhor da empresa e do colaborador e que o resultado sempre seja superado.

    Patrícia Biazetto!

    Publicado por Patricia Biazetto

    Gostar


  43. LinkedIn Groups
    Group: GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS
    Discussion: Gerenciando Mudanças / Gerenciando o Medo das Pessoas
    O homem moderno pensa que tudo deve ser feito pelo bem de alguma outra coisa, e nunca por seu próprio bem. Pessoas sisudas, por exemplo, continuamente condenam o hábito de ir ao cinema, e nos dizem que isto leva a juventude ao crime. Mas todo o trabalho que se tem para fazer cinema é respeitável, porque é trabalho, e porque traz uma recompensa em dinheiro. A noção de que as atividades desejáveis são aquelas que trazem lucro é uma inversão da ordem das coisas. Algumas pessoas sentem medo por tudo, até em fazer cinema e ir para o cinema.Material muito bom !Abraços

    Posted by Fany Gomes Leonel

    Gostar



Expresse sua opinião

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: