h1

Guia de Sobrevivência Num Novo Trabalho

Maio 1, 2011

Hoje é o aniversário do meu primeiro dia de  trabalho no mundo corporativo real. Faz tanto tempo que praticamente perdi a  conta dos anos… Mas nunca vou me esquecer de como me senti naquela ocasião.  Queria poder falar que me senti nervoso e inseguro, mas estaria apenas floreando  aquele momento. A verdade é que, lá no fundo, estava mesmo era  assustado. Diria até um pouco apavorado. E se fracassasse? E se aqueles anos  todos de colégio e universidade acabassem não dando em nada além de um baita  fracasso? Afinal, havia sido contratado como coordenador de vendas numa grande  multinacional, a centenas de quilômetros de minha cidade natal. E, cá entre nós,  o diploma de Administração de Empresas, obtido numa das melhores universidades do  País, não havia me ensinado absolutamente nada sobre aquilo para o qual havia  sido contratado. É isso mesmo, estava justificadamente assustado.

Mas quer saber de uma coisa? Cada vez que mudei desde então – seja galgando  posições, alternando funções, mudando de cidade ou mesmo de companhia –, era a  mesma ladainha: altas expectativas e medo. Enquanto não havia nada de errado em ter um pouco de medo, a questão-chave  era o fato de não ser tão óbvio como lidar com tal situação. Mesmo porque é  possível estabelecer expectativas demasiadamente altas e cair do cavalo. Por  outro lado, se você é honesto quanto ao que não sabe, pode acabar com todo mundo  se perguntando: “Por que foi mesmo que o contratamos?” É uma questão de bom  senso, certamente, mas poderia ser enfrentada com mais conhecimento e  habilidade. Ah, se naquela época contasse com um Guia para  Sobreviver num Novo Trabalhopossivelmente a história teria sido outra. Se hoje fosse elaborar um – contribuindo com as futuras gerações de líderes –  colocaria nele 4 passos básicos para quem se lança nesta aventura :

Passo 1: Aprenda a arte de ser uma esponja Existe uma arte de ser genuíno sobre o que não se sabe – sem parecer um  incompetente que, antes de mais nada, nunca deveria ter sido contratado. Como se  faz isso? Agindo como os mais sabidos CEOs e outros executivos quando aparecem  para trabalhar no primeiro dia, ou seja, anunciando com firmeza que “ser uma  esponja” é a sua prioridade número 1. Ter uma clara compreensão do funcionamento das coisas e o que os vários  stakeholders esperam de você DEVE ser, sem dúvida, a prioridade de qualquer um  que comece num novo emprego. E isso é uma desculpa perfeita para não ter a  mínima ideia do que está rolando, ou mesmo como vai fazer para desempenhar o  trabalho. Acredite ou não, isso funciona. E funciona porque faz sentido. Apenas para que fique claro: não force a barra agindo dessa forma. Não  estamos aqui falando de fazer uma grande encenação e sair fazendo perguntas  sobre cada detalhe. Afinal, espera-se que você tenha certo nível de  competência e compreensão sobre a sua função. Portanto, em vez de ficar  indiscriminadamente concordando com a cabeça quando não tem a mínima ideia do  que estão falando, seja uma esponja. Apenas se assegure de humildemente escutar e aprender,  pois somente a partir daí é que você efetivamente vai agir como uma esponja.

Passo 2: Planeje como impactar Enquanto for uma esponja, a coisa mais importante que precisa determinar – além das questões básicas sobre o seu trabalho, o que esperam de você e como  desempenhar a sua função – é como causar um impacto real. Você tem algum  tempo para isso, portanto, não atropele as coisas. Mas, antes que seja tarde, é  bom relembrar às pessoas que você não é apenas uma esponja, e que as razões  originais pelas quais foi contratado continuam válidas. Afinal, você é capaz de  produzir resultados. Assim, a melhor forma de fazer isso é estabelecer uma meta  e planejar alcançar algo razoavelmente visível e impactante. Por exemplo, na minha primeira iniciativa em vendas, estabeleci uma meta de  fora de estoque 0% nos pontos de venda. Bem, verdade seja dita, acabei  fracassando. Alcançamos 2,5%, mas, veja só, a chefia gostou da maneira com que  agressivamente defini a meta para o time. E isso acabou ajudando a manter meu  chefe imunizado em relação ao que se denomina remorso de comprador. Planejar como impactar também é ótimo por outra razão. Como você sabe, o medo  adora um vácuo, do tipo quando está se sentindo sem foco, confuso e geralmente  sem saber o que fazer. Isso, portanto, vai lhe oferecer algo em que se agarrar  e, ao mesmo tempo, “fazer acontecer”. Pois é, só contabilizamos benefícios até agora.

Passo 3: Desça do seu pedestal Essas altas expectativas sobre as quais falei anteriormente geralmente não  vêm do seu chefe ou de outras pessoas da companhia. Elas costumam vir de você  mesmo. Maníacos por resultados, profissionais ou apenas pessoas simplesmente  competentes têm o péssimo hábito de se colocar em maus lençóis ao se içar em  pedestais. O problema com isso é que você coloca uma pressão desnecessária sobre si  mesmo, o que lhe dá maiores chances de se dar mal, cometer erros de julgamento e  coisas do gênero. Além disso, a maioria dos trabalhos já é desafiadora o  suficiente sem essa carga adicional de pressão irracional que vem de dentro de  sua cabeça. E tem mais. Quando você estabelece expectativas irracionais para si mesmo,  isso não fica apenas na sua mente. Por ser uma forma de grandiosidade, acaba  transparecendo nos seus compromissos com os demais. Compromissos que,  francamente, não fazem sentido estabelecer. É o seu ego passando cheques que sua  capacidade não tem como cobrir. Portanto, saia já do pedestal. A realidade já é suficientemente desafiadora.

Passo 4: Encare o seu medo, não a sua ansiedade A maior parte das pessoas acha que medo e ansiedade são a mesma coisa, mas  não são, não. Eles são completamente diferentes, e você necessita compreender a  diferença. Medo é uma resposta emocional em relação a uma ameaça real ou  percebida. Ansiedade é uma apreensão sobre algo que você está antecipando ou  mesmo sobre algo desconhecido. O que isso significa? Deixe-me explicar no seguinte contexto. Se você está  com medo ou preocupado porque não conta com as habilidades ou a capacidade para  fazer o trabalho, isso é real e é algo com o qual você precisa lidar. Encare o  fato, confronte-o, determine se é real ou não, e aí bole um plano para resolver  a questão. Mas, se você está ficando estressado antes do tempo, antecipando todo tipo de “e se…” que ainda não aconteceu – e que pode nunca acontecer -, você está apenas  construindo uma realidade paralela em sua cabeça e fazendo as coisas ficarem  piores para si mesmo. Não faça isso. Não se estresse com o desconhecido. Em vez disso, reconheça e se dê conta daquilo do que realmente você tem medo.  Dessa forma, você pode confrontá-lo e determinar se é justificado ou não. Além  disso, se você encarar seu medo, não vai ficar divulgando-o para todo mundo.  Algumas pessoas fazem isso, achando que vai aliviar a tensão e talvez até  conquistar a simpatia dos demais. Não vai. A única coisa que isso vai fazer é  com que você pareça uma pessoa insegura e sem autoconfiança. E isso  provavelmente não era o que a empresa pensou que estava contratando quando  selecionou você, certo?

Em suma: se você é uma dessas pessoas que procuram soluções  rápidas para tudo, esqueça. Esse é um caminho certeiro em direção ao desastre.  Como tudo na vida, a resposta não está num livro ou numa pílula. Certamente meus  longos anos de experiência no universo corporativo podem apoiá-lo, mas você  também vai ter de dar duro por conta própria. É assim que o processo de coaching  funciona. E com ótimos resultados.

Para essa e diversas outras situações, conte comigo.

Pablo

P.S. – Gostou? Para me seguir no Facebook, acesse https://www.facebook.com/coachingexecutivo

Anúncios

44 comentários

  1. LinkedIn Groups
    Group: LOGÍSTICA
    Discussion: 4 Passos para Sobreviver num Novo Trabalho
    Excelente seus comentários, isso nos faz pensar em como realmente manter o equilibrio (sempre) mesmo em situações desafiadoras.

    Posted by Claudio Tavares

    Gostar


  2. LinkedIn Groups
    Group: Council of SUPPLY CHAIN, LOGISTICS & MANUFACTURING BRAZIL – Specialists, Professionals, Executives
    Discussion: 4 Passos P/ Sobreviver Num Novo Trabalho
    Prezado Aversa,

    Quando saí pela 1ª vez do Grupo Odebrecht até então a minha grande e 1ª experiência de trabalho, passei por vários desses sintomas ao me juntar a outro grande grupo como a Alstom. Mas felizmente sobrevivi com sucesso lá por excelentes 07 anos.

    Parabéns… Eduardo Almeida

    Posted by Eduardo Almeida

    Gostar


  3. LinkedIn Groups
    Group: BRASIL IN BUSINESS: Council of Executives and Professionals – Empregos Oportunidades Jobs ®
    Discussion: 4 Passos para Sobreviver num Novo Trabalho
    Olá Pablo,

    Muito interessante seu artigo, mas creio que aos quatro passos apresentados por você poderiam ser acrescidos mais dois, sugeridos por Michael Watkins em seu livro “Os primeiros 90 dias”.

    O autor considera que o “novo profissional” possui 90 dias para mostrar para o que veio na nova empresa – exatamente o período da experiência. Para isso, dá duas recomendações básicas: (a) conquiste pequenas vitórias, e (b) peça feedback regularmente.

    Vamos sobreviver ao novo trabalho e conquistar (muitas) novas vitórias!!!

    Abraço,
    J.Henrique

    Posted by José Henrique Pacheco (1300+)

    Gostar


  4. LinkedIn Groups
    Group: BRASIL IN BUSINESS: Council of Executives and Professionals – Empregos Oportunidades Jobs ®
    Discussion: 4 Passos para Sobreviver num Novo Trabalho
    Ótimas colocações, observações apontadas para acesso as informações de dados e resultados esperado.

    Recomendo artigo …
    Douglas Correa

    Posted by Douglas Correa

    Gostar


  5. LinkedIn Grupos
    Grupo: A Indústria Automobilística Brasileira
    Discussão: 4 Passos para Sobreviver num Novo Trabalho
    Muito bom… obrigada pelas dicas!!

    Publicado por Nádia de Sá

    Gostar


  6. Gostei. São dicas importantes. Passei por isso ao longo de minha carreira. Sobrevivi em todas, mas confesso, se estivesse mais preparada, teria sido mais fácil.

    Gostar


  7. LinkedIn Groups
    Group: Executivos de Vendas & Marketing
    Discussion: 4 Passos para Sobreviver num Novo Trabalho
    Excelente, parabéns.

    Posted by Ricardo Veloso

    Gostar


  8. LinkedIn Groups
    Group: RHBrasil – Jobs and Opportunities
    Discussion: 4 Passos para Sobreviver num Novo Trabalho
    Pablo , obrigado pelas dicas , pois fui contrato para ser gerente de conta , sem nunca atuar nessa área, mas é claro quetenho uma vasta experiencia fabril e conheço bem os produtos da empresa , pois fui Supervisor de Logistica e Produção nesta empresa, Vou aproveitar para por em pratica essas dicas.

    Posted by Mauricio Oliveira

    Gostar


  9. LinkedIn Groups
    Group: Executivos Experientes – Carreira e Empregos
    Discussion: 4 Passos para Sobreviver num Novo Trabalho
    Entendo que um novo trabalho requer muita observação e reflexão em seu início; há quem defenda que o primeiro dia em seu novo trabalho poderá rotular o conceito dos demais em relação a você…é um momento em que não devemos pré-julgar e as ações devem ser acompanhadas de prudência; portanto, todo cuidado é pouco!

    Posted by Sérgio Callejão

    Gostar


  10. LinkedIn Grupos
    Grupo: SP VAGAS EXECUTIVAS, BUSINESS & JOBS: networking, management, executives and professionals
    Discussão: 4 Passos para Sobreviver num Novo Trabalho
    Ótimo artigo, parabéns…

    Publicado por Jonatas Machado de Souza

    Gostar


  11. LinkedIn Grupos
    Grupo: EXECUTIVOS DO INTERIOR PAULISTA
    Discussão: 4 Passos para Sobreviver num Novo Trabalho
    Olá, entrei no link do seu texto, e fui nagevando pelos outros. Gostei muito. Parabéns pelos temas escolhidos e muito bem escritos.

    Publicado por Dalva Tagliamento

    Gostar


  12. LinkedIn Groups
    Group: Sustentabilidade Brasil
    Discussion: 4 Passos P/ Sobreviver Num Novo Trabalho
    É uma ótima postagem, Paulo! (e gostei daquelas sobre multi-tarefas também – não funciona apenas no meio profissional ;D)
    Obrigado!

    Posted by Guilherme Cahú

    Gostar


  13. LinkedIn Grupos
    Grupo: >>> P.R.O.J.E.T.I.Z.A.D.O <<<
    Discussão: 4 Passos para Sobreviver num Novo Trabalho
    Li muitos livros, matérias e comentários sobre o tema. Mas encontrei neste post uma resposta agradabilíssima. A mudança x conhecimento depende da vontade em querer fazer, atrelado ao primeiro passo – Atitude.

    Publicado por Felipe Antonio Xavier

    Gostar


  14. LinkedIn Groups
    Group: Executivos Brasil
    Discussion: 4 Passos P/ Sobreviver Num Novo Trabalho
    Com certeza o material ė muito bom, contudo atingiu uns 50% do contexto. Quando nos integramos a uma nova empresa encontramos um ambiente cristalizado, com sua fauna natural e nichos definidos. Qualquer pessoa que já teve Aquario (de uns 60 litros pelo menos) sabe o que acontece quando um novo peixe é introduzido…
    Os peixes locais atacam o novo peixe imediatamente… Depois de um certo tempo, os peixes locais dão uma trégua mas continuam com pequenos ataques… Não importa se são peixes menores, mas os do mesmo tamanho ou maiores com certeza manterão este padrão de comportamento por um longo tempo.
    Assim acontece nas empresas. Do ponto de vista de quem esta dentro, o “peixe novo” veio roubar a comida, ou o nicho, seja como o título do cargo, seja a sala, a localização da mesa, uma janela perto ou até atenção de um chefe ou secretaria.
    Quando chegamos em um novo “Aquario” ali existem pelo menos umas duas pessoas que acreditam serem merecedoras da sua posição e geralmente estas pessoas serão seus funcionários ou paralelos. Junto com elas, temos seus amigos que vivem em perfeita simbiose e que também se sentirão ameaçados ou injustiçados com sua presença e assim como os peixes pacíficos no Aquario, irão dar pelo menos uma dentada no teu rabo (peixes geralmente atacam mordendo o rabo do outro).
    Em fim, é para isto que devemos nos preparar na medida do possível. É uma condição passageira ou não. Cabe ao dono do Aquario avaliar… Ele pode mudar os nichos, pode arrumar um nicho de abrigo temporário para o novo peixe ou pode decidir tirar um dos peixes, seja os atacantes caso o novo peixe seja de alto valor e beleza, seja o novo peixe atribuindo o fracasso a incapacidade do ovo peixe em se adaptar, mesmo que este não tivesse nenhuma chance.
    Tenho um Aquario marinho de 600L litros e a alguns dias coloquei um novo peixe. Depois de dois dias do perseguido, ela resolveu pular fora… Lamentavelmente fora não havia água e a encontramos morta no chão. Neste final de semana vamos comprar outra a pedido do meu filho e vou tentar acompanhar o processo adaptação mais de perto.
    Assim como em nosso mundo, se não vivemos no mar de um emprego próprio, pular fora e ficar desempregado significa a morte por sufocamento financeiro.

    Posted by Roberto Diniz – MBCI – CRISC

    Gostar


  15. LinkedIn Groups
    Group: Alumni Ibmec Brasil
    Discussion: 4 Passos P/ Sobreviver Num Novo Trabalho
    Excelente artigo !!! Acho que é útil não só ao ambiente profissional. Parabéns.

    Posted by Antonio Furtado

    Gostar


  16. LinkedIn Groups
    Group: DBM Brasil
    Discussion: 4 Passos P/ Sobreviver Num Novo Trabalho
    Excelente seu artigo, não sou iniciante na vida profissional, alias hoje completo 30 anos de vida profissional, mas comecei a me auto sabotar achando que pelos meus anos de experiência estaria ficando obsoleta. Obrigada suas palavras vieram a calhar.
    Abraços

    Posted by Elizabeth Lopes Macedo

    Gostar


  17. Pablo muito bom o seu texto, adorei, ainda mais porque hoje estou começando um novo desafio na area comercial e tenho certeza que vai me ajudar as suas dicas.

    Gostar


  18. LinkedIn Groups
    Group: LOGÍSTICA
    Discussion: 4 Passos para Sobreviver num Novo Trabalho
    artigo muito interessante

    Posted by Gabriela Silva

    Gostar


  19. LinkedIn Groups
    Group: Michael Page Brasil – Vagas Executivas – Fã Clube
    Discussion: 4 Passos P/ Sobreviver Num Novo Trabalho
    Acredito que agir de forma natural, fazer o trabalho da melhor maneira que vc conhece e manter-se atualizado é o melhor caminho. Ser um bom profissional, a meu ver, tem muito a ver com honestidade e vontade de trabalhar, e pouco a ver com falar e agir de forma além do que vc sabe profissionalmente, apenas por medo. As pessoas vão acabar percebendo…
    Se vc não sabe fazer, é mais importante saber onde e quem procurar para aprender a fazer e resolver a questão. E dai, é só esperar pelo próximo desafio! Trabalhar sempre com o que a gente sabe fazer pode ser muito chato… é sempre bom aprender, um pouco por dia!
    Abrçs!

    Posted by Alexandra Boldrin

    Gostar


  20. LinkedIn Grupos
    Grupo: HeadHunter Brasil
    Discussão: 4 Passos para Sobreviver num Novo Trabalho
    Pablo, muito bom esse texto, bem dentro da realidade de nossos dias.
    Grande abraço.

    Publicado por Fabio Roza(Buscando novas oportunidades)

    Gostar


  21. Por que a vida é difícil ?

    BEEM, BEEMM! O despertador toca. São 9 horas. Mal o dia começa e estou atrasado para o trabalho. Pego a primeira roupa que encontro e corro para o carro. Num misto de direção e troca de roupa, acelero o veículo, rezando para que o trânsito não esteja uma calamidade. Na primeira curva para a Marginal Pinheiros, tenho uma tripla descoberta: O emaranhado de carros é um dos mais intensos que já vi, a camisa que escolhi está mais manchada que pano de chão e para completar, um trovão retumbante anuncia uma chuva intensa.
    CRASH! POF! Mal terminara a curva e em uma mistura de susto e racionalização, olho pela janela e observo um motoqueiro voando por cima do veículo.
    BIB! FOOM! INC! O barulho das buzinas e ensurdecedor. Milhares de motoqueiros se acumulam em volta do carro. A raiva toma conta de meu ser. Imagens horripilantes invadem meus pensamentos. Sinto ódio do trabalho, da cidade, dos motoqueiros, da empregada que não lavou minha camisa. Passo a ter ódio até mesmo de mim, por estar em tal situação.
    – AHH! Gritos ecoam pelo cenário, os motoqueiros se dispersam ao mesmo tempo em que diversas pessoas largam seus carros e saem correndo em plena Marginal. Verifico mais atentamente pela janela e observo milhares de bolas de fogo no céu. É o fim. Um último pensamento vem a minha cabeça: Por que a vida é tão difícil?
    BEEM, BEEMM! O despertador toca. São 6 horas. Acordo suado, cheio de adrenalina. Tudo não passara de um pesadelo. Tento rememorar a noite anterior e me recordo de um papo com um amigo psicólogo regado a boas doses de whisky.
    O Assunto da conversa era, justamente, a impressionante capacidade do cérebro humano de criar situações e fazer com que elas pareçam reais. Meu amigo contara sobre como seus pacientes elaboravam dificuldades para viver ou faziam problemas parecerem maiores do que realmente eram. Para ele, cada pessoa vive em conflito com diversas vozes internas, seja o próprio ego, a educação dos pais, as regras da sociedade e outras vozes particulares criadas de acordo com as vivências próprias. Segundo meu amigo, vive bem quem consegue entender que tem potencialidades e defeitos, sabendo articular essas características perante um mundo incerto, que têm problemas, mas que também oferece oportunidades.Esse dom ele chama de personalidade. Dom que pela toada de nossa conversa, parece estar em falta.
    Cada vez mais, os indivíduos querem ser magros iguais à cantora X ou ricos e famosos como o artista Y. Dessa forma, as pessoas originam sonhos distantes de suas essências. Ilusões que, se alcançadas, não trazem satisfação, e quando não atingidas, fazem a vida parecer mais difícil, como se viver fosse um pesadelo.
    Bem é isso ai, como sempre a conversa ficou tensa e eu ainda tenho que ir trabalhar.

    Gostar


  22. LinkedIn Grupos
    Grupo: EXECUTIVOS DO INTERIOR PAULISTA
    Discussão: 4 Passos para Sobreviver num Novo Trabalho
    Excelente texto.

    Realmente não há fórmulas para o sucesso, mas há dicas valiosas como essas.

    Publicado por Alberto Dela Líbera Miranda

    Gostar


  23. LinkedIn Grupos
    Grupo: Comunicação Interna – Brasil
    Discussão: 4 Passos para Sobreviver num Novo Trabalho
    Adorei o artigo!

    Abraços

    Publicado por Thamyres Ruis

    Gostar


  24. LinkedIn Grupos
    Grupo: Comunicação Interna – Brasil
    Discussão: 4 Passos para Sobreviver num Novo Trabalho
    Olá, Pablo!

    O seu artigo é muito interessante!
    Estou divulgando no blog que mantenho (www.educacaocorporativa.jimdo.com) e no twitter.

    Publicado por Luize Strohschoen Neto

    Gostar


  25. LinkedIn Groups
    Group: Amcham Brazil / U.S. Chamber of Commerce
    Discussion: 4 Passos para Sobreviver num Novo Trabalho
    Pratico, inclusive não concordo que é necessário ter que dar duro o processo de coaching funciona. E com ótimos resultados.

    Posted by Vera Lúcia Alves

    Gostar


  26. LinkedIn Grupos
    Grupo: Setor Elétrico Brasileiro
    Discussão: 4 Passos para Sobreviver num Novo Trabalho
    realmente a busca de resultados rápidos leva ao fracasso, pois a preparação de uma base é que sustenta os resultados. Estabelecer expectativas otimistas sem consultar o chão da fabrica ou equipe também leva queda brusca nos resultados. Fazer projetos pilotos o ganho é direcionado e sadio.
    Parabéns pela iniciativa

    Publicado por Ciro Leite

    Gostar


  27. LinkedIn Grupos
    Grupo: HeadHunter Brasil
    Discussão: 4 Passos para Sobreviver num Novo Trabalho
    Pablo, suas ótimas orientações são válidas não somente para os novos gestores, mas também e principalmente para aqueles que já possuem razoável experiência em comandar empresas e pessoas e o Passo 3 “Descer do Pedestal”
    é o que normalmente coloca o novo gestor em situação mais difícil nos primeiros dias, quando o profissional estabelece expectativas muito altas para si mesmo por confiar demasiadamente em sua competência.

    Publicado por Cláudia Cristina Oliveira

    Gostar


  28. Caro, Parabens pela materia, alias pelas materias, que constantemente tenho acompanhado em seu blog, principalmente neste momento de minha carreira de transicao…….

    Preciso lhe falar algo, no primeiro passo tem um errinho de digitacao.

    Apenas para que fique claro, não force a barra agindo desta forma. Não estamos aqui falando de fazer uma grande encenação e sair fazendo perguntas sobre cada pequeno “detelhe” – detalhe.

    Gostar


  29. Obrigado pelas palavras de incentivo e pela correção,
    Um abraço,
    PAblo

    Gostar


  30. LinkedIn Grupos
    Grupo: HeadHunter Brasil
    Discussão: 4 Passos para Sobreviver num Novo Trabalho

    Pablo,
    Parabéns excelente artigo e nos serve de reflexão a cada releitura.

    Publicado por Euclides Orlandelli Junior

    Gostar


  31. LinkedIn Grupos
    Grupo: SAP Comunidade BRASIL
    Discussão: 4 Passos para Sobreviver num Novo Trabalho
    Parabéns pelo post!

    Publicado por Carlos Marquezin

    Gostar


  32. LinkedIn Grupos
    Grupo: SAP Comunidade BRASIL
    Discussão: 4 Passos para Sobreviver num Novo Trabalho
    Nossa, muito interessante, para mim a maior dificuldade com certeza e lhe dar com a ansiedade de mostrar o que sabe, sem ser arrogante ou se tornar um chato,o sabe tudo, e muito dificil quando se começa a trabalhar em uma nova empresa, principalmente porque nós trazemos além de experiencias algumas opiniões ja formada, regras dentro de nós e nos adptar a novas regras e opiniões é muito difícil. Excelente assunto.

    Publicado por Patricia Araujo

    Gostar


  33. LinkedIn Grupos
    Grupo: SAP Comunidade BRASIL
    Discussão: 4 Passos para Sobreviver num Novo Trabalho
    eu penso que o primeiro passo é conhecer as pessoas, uma empresa é feita de gente, então conhecer as pessoas é fundamental, e quanto maior, mais complicado é..

    Publicado por Radamés Brum

    Gostar


  34. LinkedIn Grupos
    Grupo: HeadHunter Brasil
    Discussão: 4 Passos para Sobreviver num Novo Trabalho
    Muito bom seu texto Pablo. Passei por esta experiência a um ano quando mudei de empresa. Apliquei alguns passos, porem outros fizeram falta e desta forma passei por alguns problemas, discussões desnecessárias, mas passei por esta fase e aprendi.

    Publicado por MARCOS JOSE SANTOS DA SILVA

    Gostar


  35. LinkedIn Grupos
    Grupo: HeadHunter Brasil
    Discussão: 4 Passos para Sobreviver num Novo Trabalho
    Pablo, parabéns!
    Ótimo texto para reflexão…..

    Publicado por Janio Maia

    Gostar


  36. LinkedIn Grupos
    Grupo: HeadHunter Brasil
    Discussão: 4 Passos para Sobreviver num Novo Trabalho
    Pablo ! parabéns, esse artigo exemplifica muito bem uma realidade em uma nova organização.

    Publicado por Rudmar Silva Alcantara

    Gostar


  37. Grande verdade.
    tudo na vida é uma questão de equilibrio.
    Perdigão
    Salvador – Bahia

    Gostar


  38. LinkedIn Grupos
    Grupo: HeadHunter Brasil
    Discussão: 4 Passos para Sobreviver num Novo Trabalho
    Boa noite, Pablo, parabéns pelos artigos postado em seu blog.

    Publicado por Paulo Rogerio

    Gostar


  39. LinkedIn Grupos
    Grupo: HeadHunter Brasil
    Discussão: 4 Passos para Sobreviver num Novo Trabalho
    Pablo Andres, Estou a pouco tempo em São Paulo, e minha vinda para esta cidade maravilhosa foi exatamente na mudança de empresa dentro para própria empresa, Seu texto e oportuno, vejo agora como o medo e a ansiedade provocou um estrago em meus primeiros momentos, mais como você mesmo colocou é nossas experiência neste mundo corporativo que desenvolvemos melhor percepção dos fato, devemos ser esponjas não somente por não saber e sim também para transmitir nossos conhecimentos, foi tudo muito rápido, sinceramente não tive tempo de planejar como seria o impacto do meu desempenho na nova empresa. Que metas estabelecer? O que os novos colegas esperam de mim? Que tempo devo demonstrar meus conhecimentos? As oportunidades novas aqui, que não eram lá, devo cobrar? Foram perguntas que não realizei por medo? Foram expectativas mesmas irracionais. Agradeço pelo texto simples e objetivo em refletir como deverei responder meus questionamentos.
    Abraço……

    Publicado por Arthur Bérzin

    Gostar


  40. […] 4 Passos P/ Sobreviver Num Novo Trabalho […]

    Gostar


  41. Excelente texto. De certa maneira reconfortante e ao mesmo tempo incentivador para quem, como eu, acaba de aceitar encarar novos desafios em um ambiente diferente e, portanto, desconhecido e empolgante.

    Gostar


  42. Pablo, muito bom este texto, certamente, ajudará para novos desafios, que no momento é o meu caso. Obrigado…

    Gostar


  43. Prezado Pablo, parabéns pelo texto.

    Gostar


  44. Parabéns pelo artigo. Muito interessante.

    Gostar



Expresse sua opinião

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: