h1

Aplicando Coaching no Seu Funcionário: Quando Não Intervir

Setembro 24, 2011

Um bocado tem sido escrito sobre o porquê dos gerentes aplicarem técnicas de coaching nos seus funcionários. Um bocado também tem sido escrito sobre como aplicar essas técnicas de coaching dentro da empresa. Você pode inclusive encontrar vários artigos sobre o Efeito Pigmaleão e o Efeito Galatéia, que explicam alguns dos beneficios da aplicação de coaching nas organizações.  No entanto, pouquíssimos artigos ajudam você a saber quando internamente aplicar coaching neles. Isto é o que este post pretende esclarecer.

Antes de Aplicar Coaching Nos Seus Funcionários

Na maior parte do tempo, um gerente não deve aplicar coaching nos seus funcionários. Para entender esta minha afirmação, é bom saber o que é coaching interno e o que não é coaching interno (digo interno porque me refiro ao processo de coaching aplicado por líderes da organização sobre seus funcionários, e não por um profissional externo certificado contratado para este fim). Dar aos funcionários o conhecimento e as habilidades que eles necessitam para desempenhar sua função não é coaching interno: isso é treinamento. Por outro lado, coaching é um processo dinâmico no qual se ajuda o funcionário a identificar e superar os obstáculos que o impedem a exceder as expectivas relacionadas à sua função.

Observe que o coaching interno implica em ajudar os funcionários a identificarem soluções para suas barreiras de desempenho. Você não está aplicando internamente coaching quando você diz a eles o que fazer.

Quando Não Aplicar Coaching Nos Seus Funcionários

Antes que você possa efetivamente aplicar técnicas de coaching, você deve estar ciente se eles foram devidamente treinados e se sabem o que se espera deles. As situações abaixo referem-se a momentos em que NÃO deve se aplicar coaching interno nos funcionários:

  • Seu treinamento não foi completado – Quando um funcionário não foi totalmente treinado é uma perda de tempo para você e para eles tentar aplicar coaching neles. Se foram parcialmente treinados, pode aplicar coaching neles em relação a esta parcela, mas não sobre as áreas em que ainda não foram treinados. Dê o treinamento primeiro. Somente então aplique coaching.
  • Eles não sabem o que se espera deles – Não leva a lugar algum aplicar coaching em funcionários que não sabem o que se espera deles e que não sabem como são avaliados. Lembre-se que coaching é uma ferramenta para ajudá-los a superar barreiras de performance. Se eles não sabem que desempenho é esperado deles, eles não vão saber como chegar lá. Estabeleça claros objetivos para seus funcionários. Somente então aplique coaching neles.
  • Quando você está com pressa – Aplicar coaching leva tempo. Se está com pressa não irá fazer um bom trabalho. Possivelmente não vai dedicar o tempo necessário para ajudá-los a identificar soluções, mas certamente vai sim dizer apenas o que eles têm que fazer. Reserve tempo para fazer a coisa certa. Somente  então aplique coaching nos funcionários.
  • Quando você está zangado ou transtornado– Se estiver transtornado não vai exibir o entusiasmo e o espírito amigável que necessita para ser efetivo como coach de seus funcionários. Pode acabar não sendo justo ou imparcial. Pode até mesmo dar sinais subliminares ao funcionário que poderiam comprometer o processo de coaching que  aplicou até determinado ponto. Cheque suas emoções. Somente então aplique coaching nos funcionários.Para estas e outras habilidades, conte comigo.

Pablo

P.S. – Leitura recomendada:

Momentos em que você deve intervir e aplicar coaching nos seus funcionários

Anúncios

4 comentários

  1. LinkedIn Groups
    Group: LOGÍSTICA
    Discussion: Aplicando Coaching no Seu Funcionário: Quando Não Intervir
    Boa noite!! Acredito que o modelo de conversa de coaching, deve ser aplicado nos próprios funcionários, quando queremos criar um ambiente auto liderável, quando estamos falando de trabalhar o comportamento, desenvolvimento da pessoas, pois existem momentos que temos que atuar como Gestor. Wilton Buttner

    Posted by Wilton

    Gostar


  2. LinkedIn Grupos
    Grupo: Gestão por Competências
    Discussão: Aplicando Coaching no Seu Funcionário: Quando Não Intervir
    Pablo, creio que a utilização deste instrumento de gerenciamento depende muito da forma em que é instiuido na organização. A Organização (Gerência) deve ter claro o objetivo corporativo e aquele para o funconário, por isso a importancia do trabalho por competencia e a analise do perfim profissional.
    Mesmo utilizando estes instrumentos o comprometimento do funcionário é fundamental para atingir os objetivos tomados como meta.
    Abraços

    Publicado por: José

    Gostar


  3. LinkedIn Groups
    Group: SUCESSO SUSTENTADO: Qualidade, Gestão de Riscos e Responsabilidade Social
    Discussion: Aplicando Coaching no Seu Funcionário: Quando Não Intervir
    Antes da aplicação do coaching cabe ao gestor desenvolver um campo que possibilite aplica-lo, e o ponto mais complexo é que os colaboradores estejam abertos a receber.

    Posted by Vlademir

    Gostar


  4. LinkedIn Groups
    Group: SUCESSO SUSTENTADO: Qualidade, Gestão de Riscos e Responsabilidade Social
    Discussion: Aplicando Coaching no Seu Funcionário: Quando Não Intervir
    Muito boa a matéria. Aprendi e estou compartilhando. Abraço!

    Posted by Renato

    Gostar



Expresse sua opinião

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: