h1

Vem aí as Festas de Final do Ano da Empresa: Hora de Ficar Atento.

Novembro 5, 2011

Goste ou não, as festas de final de ano estão se aproximando rapidamente e, para muitos de nós, isso significa que as festas do escritório estão bem à nossa frente. É claro que não é segredo para ninguém aqui que a mistura de colegas, alcool, superiores e algumas vezes clientes pode ser tóxica para alguns e profissionalmente destruidora para outros.

O Centro de Tratamento Caron, um fornecedor sem fins lucrativos de tratamentos para dependência de drogas e álcool nos Estados Unidos, pesquisou 870 pessoas, que tinham ido a festas de escritório, em que a bebida alcoolica estava liberada, e perguntou-lhes: 1) como os seus colegas se comportaram, e 2) quão extenso fora dano. Segue aqui o que eles descobriram:

  • Flertar. 30% viram alguém embriagado flertar ou com um colega de trabalho ou com um chefe.
  • Dirigir bêbado. 28% viram um participante da festa entrar no seu carro embriagado com a intenção de dirigir (infelizmente a pesquisa não pergunta porque diabos esses 28%  não fizeram nada para impedir esse comportamento destrutivo…).
  • Dividir em excesso. 36% disseram que, sob a influência do álcool, ou um colega ou um chefe compartilhou detalhes inadequados sobre eles mesmos ou sobre um outro funcionário.
  • Agressão. 19% disseram que viram um colega ficar agressivo ou com um outro colega ou com um supervisor.
  • Sexo. 9% afirmaram que supervisores ou colegas de trabalho acabaram se engajando em atividades sexuais enquanto estavam sob a influência de alcool.

Você pode ponderar qual desses comportamentos é realmente inadequado e qual é ligeiramente imprudente, dependendo das circunstâncias. Colegas de trabalho paqueram o tempo todo e não há razão alguma que isso fosse ficar menos óbvio por causa de algumas caipirinhas. Por outro lado, dirigir embriagado é significativamente perigoso, não apenas para o bêbado, mas para qualquer um que tenha o azar de estar naquele momento no caminho desse inconsequente.

De qualquer forma, este comportamentos têm suas consequências:

    • 56% dos entrevistados disseram que o comportamento inadequado trouxe problemas quando fotos ou informações confidenciais tornaram-se públicas.
    • 36% disseram que a reputação dos “infratores” no trabalho sofreu danos depois da festa.
    • 20% disseram que o comportamento foi nocivo o suficiente para causar apreensão entre familiares e amigos.

    E lembre-se: é muito mais facíl embriagar-se num ambiente estranho com pessoas com as quais você não costuma beber. Essa é outra razão para pegar leve na festa de final de ano da empresa.

À propósito, quais são suas experiências em eventos ou em festas organizadas pela empresa em que rola bebida alcoolica? Quais os resultados?

Pablo

Anúncios

23 comentários

  1. LinkedIn Grupos
    Grupo: SUPPLY CHAIN, LOGÍSTICA E PRODUÇÃO: Profissionais, Executivos e Especialistas ®
    Discussão: Vem aí as Festas de Final do Ano da Empresa: Hora de Ficar Atento
    Acho que não tem nada demais em um momento de descontração ficar “alegre”. O que não se pode é misturar a parte profissional com a pessoal. Devemos aproveitar mesmo as festas porque é extremamente importante comemorar os resultados do ano.

    Publicado por: Fernando

    Gostar


  2. As festas de final de ano sempre trouxeram novidades.Voce conhece os colaboradores profissionalmente e nestas festas se revelam. Muitas vezes tragédias por dirigirem alcoolizados.
    O que é para ser uma confraternização, as vezes torna-se problema social e o colocando o emprego em risco.
    Depois de doze anos de sobriedade muitas coisas aconteceram nestas festas, felizmente não foram mais comigo graças a Deus.

    Rubens Pereira

    Gostar


  3. Fernando, isso mesmo! Concordo com vc, as festas, os encontros são momentos de integracao. Deve-se comemorar a vida, o trabalho, os colegas de trabalho, os resultados individuais e o sucesso da equipe. O consumo exagerado de bebida alcoolica e abusos de comportamento não são legais, pois extrapolam o sentido de se estar inteiro para comemorar. Viva o vida!

    Gostar


  4. Pablo, acho seu comentário muito pertinente… Uma coisa é comemorar as realizações e cumprimentos das metas, outra é extrapolar e ficar alcoolizado pois a exposição é inevitável.
    Tudo tem limites e, pelo que estamos vendo TODOS os dias, existem centenas de pessoas que se apregoam o direito de ameaçar a ´própria vida e o que é pior, a vida de pessoas e muitas crianças inocentes.
    Obrigado por compartilhar.

    Gostar


  5. Limitem-se à um almoço (não jantar..) cordial. Custará menos e dará menos problemas …

    Gostar


  6. Entendo que essa pesquisa mostra quanto o perfil natural de cada um é contido pelas regras de comportamento do ambiente de trabalho. O ambiente de festa, mesmo que da empresa, dá a falsa impressão de que não estamos no ambiente de trabalho fazendo com que algumas pessoas abandonem quase todas as regras de comportamento. O álcool catalisa o processo!
    O artigo é muito apropriado para o momento.

    Gostar


  7. LinkedIn Groups
    Group: MARKETING BRASIL
    Discussion: Vem aí as Festas de Final do Ano da Empresa: Hora de Ficar Atento.
    Festa da empresa é um “happy hour corporativo” onde são observados comportamentos, postura e argumentações. Ficar atento é tudo e claro: curta com os colegas de trabalho os momentos de lazer e prazer que a festa proporciona.

    Posted by Marcus

    Gostar


  8. LinkedIn Groups
    Group: CIO Brasil.
    Discussion: Vem aí as Festas de Final do Ano da Empresa: Hora de Ficar Atento
    O importante é evitar excessos…..
    E entender que momentos de confraternização e de bom diálogo, devem acontecer em todos os dias.

    Posted by Mauricio

    Gostar


  9. LinkedIn Groups
    Group: GERENCIAMENTO DE PROJETOS
    Discussion: Vem aí as Festas de Final do Ano da Empresa: Hora de Ficar Atento
    Pablo. Gostei da sua observação, pois não é comum. Creio que como gerente ou gestor de pessoas tem que dar crédito a criatividade e a imaginação, mais ponderada, pois aquilo que pode ser satisfatório pode terminar em tragédia. Gosto muito no que diz respeito à socialização entre colegas, faz muito bem para o aprimoramento no dia a dia. Creio que o estímulo ao relacionamento sadio deva ser o foco das festas de final de ano. Aqui faço um amigo oculto super divertido, ninguém tira o amigo com antecedência, se compra o presente e na hora entrega, mais o que faz a diferença é que você pode trocar o presente com o outro, e o outro é obrigada a trocar. Enfim, é tudo tão divertido que passamos a sermos crianças nos soltando e relaxando para que o próximo ano seja compensador. É isso aí!!!. Partilhei com você um pouquinho de nossas experiências aqui em FURNAS- Brasília. Um abraço. Adele – adelemha@furnas.com.br.

    Posted by Adele Maria Haddad

    Gostar


  10. LinkedIn Groups
    Group: Grupo Recursos Humanos Online
    Discussion: Vem aí as Festas de Final do Ano da Empresa: Hora de Ficar Atento
    Pablo, voce acha que a presença de familiares ajuda ou atrapalha no ambiente das festividades?

    Posted by Luciano

    Gostar


  11. LinkedIn Grupos
    Grupo: Setor Elétrico Brasileiro
    Discussão: Vem aí as Festas de Final do Ano da Empresa: Hora de Ficar Atento
    Pablo,
    Bastante apropriado o tema. Seguramente, há pessoas que sequer têm consciência ou registro do ridículo que passaram durante uma celebração como essa, ainda mais quando envolve clientes. É bem verdade, que muitos clientes também se deixam abraçar pela mesma causa.

    Publicado por: Cecilia

    Gostar


  12. LinkedIn Groups
    Group: CIO Brasil.
    Discussion: Vem aí as Festas de Final do Ano da Empresa: Hora de Ficar Atento
    Não acredito muito nestas festas de fim de ano e sempre encarei qualquer tipo de festa da empresa como extensão do trabalho e portanto, não cometo nenhum tipo de excesso, especialmente no respeito e bons costumes. Diversão, tenho com os meus amigos, onde posso relaxar.

    Posted by Marco

    Gostar


  13. LinkedIn Grupos
    Grupo: Comunique-se
    Discussão: Vem aí as Festas de Final do Ano da Empresa: Hora de Ficar Atento
    Descontrai é bacana. O problema é saber quais são os limites de cada um.

    Publicado por: Selva

    Gostar


  14. LinkedIn Grupos
    Grupo: Executivos São Paulo
    Discussão: Vem aí as Festas de Final do Ano da Empresa: Hora de Ficar Atento
    Apreciei o artigo, é sempre bom estamos atentos, afinal são nesses momentos de descontração que as organizações podem aproveitar para observar e saber melhor sobre seus colaboradores.Ótimo para refletirmos.

    Publicado por: Tamirys

    Gostar


  15. LinkedIn Grupos
    Grupo: Robert Half Brasil: Mercado de Trabalho
    Discussão: Vem aí as Festas de Final do Ano da Empresa: Hora de Ficar Atento
    Boa tarde, Pablo!
    Gostei muito do tema. O que acontece com a maioria é justamente misturar tudo, ou seja: alcool, superiores, clientes, paquera, etc.
    O profissional mesmo num momento de lazer deve manter sempre uma distância segura dessas coisas para não se prejudicar. Mesmo um comentário sobre alguém ou alguma coisa deve ser dito de forma pensada.

    Abraços.

    Publicado por: Marcelo

    Gostar


  16. LinkedIn Grupos
    Grupo: Executivos São Paulo
    Discussão: Vem aí as Festas de Final do Ano da Empresa: Hora de Ficar Atento
    Já tive a infelicidade de presenciar cenas absolutamente indescritíveis: vice-presidentes dançando na “boquinha da garrafa”, presidentes casados “pegando” funcionárias, diretores sendo levados para casa em porre homérico, e por aí afora.
    Da mesma forma que a empresa não é minha casa, entendo que uma festa de confraternização não é uma comemoração familiar, onde se possa estar totalmente à vontade (acredito que muitas dessas cenas não se repetiriam em ambiente familiar…).
    Um líder deve ser sempre um exemplo, independente do local ou ocasião. Não dá para ser mais ou menos respeitável.
    Algumas culturas organizacionais admitem e acredito que até mesmo valorizam esses excessos (“é bacana a pegação em festas de confraternização”). Eu, que devo ser super-careta, acho isso estranho, e não raro evito festas de confraternização para não me aborrecer. Descontração é bacana, perda de postura não é bacana.

    Publicado por: p.

    Gostar


  17. LinkedIn Grupos
    Grupo: Grupo Foco – Trainee – Estágio – Vagas – Empregos
    Discussão: Vem aí as Festas de Final do Ano da Empresa: Hora de Ficar Atento
    Primeiramente e preciso estar na empresa.

    Publicado por: Anselmo

    Gostar


  18. LinkedIn Grupos
    Grupo: Comunique-se
    Discussão: Vem aí as Festas de Final do Ano da Empresa: Hora de Ficar Atento
    Vale lembrar que mesmo estando em meio a um clima descontraído, o ambiente ainda é o de trabalho!

    Publicado por: Nádia

    Gostar


  19. LinkedIn Grupos
    Grupo: Grupo Foco – Trainee – Estágio – Vagas – Empregos
    Discussão: Vem aí as Festas de Final do Ano da Empresa: Hora de Ficar Atento
    É uma questão delicada, mesmo sendo festa a postura tem que ser mantida e ter muito cuidado com a quantidade de alcool ingerido. Imagem é muito importante!!!!

    Publicado por: Jorge William

    Gostar


  20. LinkedIn Grupos
    Grupo: Grupo Foco – Trainee – Estágio – Vagas – Empregos
    Discussão: Vem aí as Festas de Final do Ano da Empresa: Hora de Ficar Atento
    Muito bem lembrado!

    Já presenciei algumas situações que arranharam a imagem de alguns profissionais, pois passaram um pouco da conta com o álcool e perderam o bom senso!

    A postura é um fator para sempre se atentar em uma organização, seja em festas, almoços ou na atuação em geral!

    Publicado por: Pricila

    Gostar


  21. LinkedIn Groups
    Group: Odebrecht Engenharia e Construção
    Discussion: Vem aí as Festas de Final do Ano da Empresa: Hora de Ficar Atento.
    Para quem gosta: participe mas sem exageros, pois esta conduta pode provocar resultados negativos a sua imagem.
    Para quem não gosta: vá mesmo assim, ainda que rapidamente e não deixe de interagir com seus colegas, seus subordinados e principalmente seus superiores.
    Resumindo: Quem não se mostra, se esconde!

    Posted by Irlan

    Gostar


  22. LinkedIn Grupos
    Grupo: Gestão por Competências
    Discussão: Vem aí as Festas de Final do Ano da Empresa: Hora de Ficar Atento
    è uma linha muito tenue entre ser social e participar da confratenização de forma corporativa e estar entre amigos…cuidado,,,

    Publicado por: Fatima

    Gostar


  23. Ao ler o texto recordei de uma festa de final de ano da empresa há uns três anos. Um dos empregados saiu bebado e envolveu-se em um grave acidente. Até hoje ele não recuperou a memória e vive em cima de uma cama. Isso demontra as consequencias do álcool na destruição de uma carreira profissional.

    Gostar



Expresse sua opinião

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: