Archive for Janeiro, 2016

h1

2016 – um horizonte com muitas possibilidades

Janeiro 18, 2016

365O início do ano novo nos dá a chance de começar mais uma vez. Várias pessoas aproveitam a oportunidade para virar a página. Se está pensando nessa possibilidade, o melhor que você pode fazer é prestar atenção no legado que está deixando.

Veja, você deixa sua digitais em toda função que exerce, qualquer que seja, portanto é importante que vista a camisa da empresa. Dê o seu melhor e faça o que tem que ser feito da melhor forma possível. Assim é que você vai alcançar o sucesso.

A paixão vale a pena

O post A Paixão Vale a Pena destaca: “quando você está apaixonado pelo que faz para viver, curte mais o que faz e, inclusive, faz o que faz melhor” e explica como isso acaba gerando um êxito crescente. Algumas vezes você não consegue ficar apaixonado pelo trabalho, mas ainda assim pode “tomar posse” dele. Isso mesmo, você pode ainda “tomar posse” integralmente de sua função e superar continuamente expectativas.

Fazendo a diferença

As pessoas que são promovidas são aquelas que agregam valor. Se não há diferença entre quando você vem trabalhar e quando não vem, sejamos francos: por que alguém iria querer remunerá-lo regiamente?

Uma maneira simples de fazer a diferença é executar qualquer tarefa que lhe for confiada da melhor forma possível. Isso é o que “tomar posse” significa. Você pode até não ser a melhor opção para uma determinada função, mas uma vez que ela foi designada aos seus cuidados, é sua decisão dar cabo dela da melhor maneira possível.

Se agir assim, pode ter certeza que as pessoas vão se dar conta. E quando perceberem que você toma integralmente posse de toda tarefa que executa, elas vão começar a lhe passar aquelas que são importantes para elas. E quanto mais executar as tarefas que seus superiores consideram vitais – e preferencialmente de forma exemplar – mais rápido você irá avançar no tabuleiro corporativo. Quer apostar?

Paixão, Energia, Orgulho

Quando está apaixonado pelo que faz, você tem mais energia. Dá mais foco. Quando dá mais foco no que faz, você faz melhor e se orgulha do que está realizando. Quando está orgulhoso do que tem realizado, você está apaixonado pelo que faz. É um ciclo virtuoso que se alimenta de si mesmo e alavanca o seu talento.

O outro lado da moeda

Experimente o seguinte: não tome posse de uma determinada tarefa. Apenas deixe o barco correr. Opte pela alternativa mais fácil. Deixe os demais fazerem o trabalho, recoste-se e, se possível, fique com todo o crédito quando for finalizado.

Você acha que o trabalho vai ser bem feito? Acha que seus superiores vão ficar procurando pela pessoa que fez tal tarefa para colocá-la como responsável da próxima iniciativa? Ou, quando a próxima onda de demissões vier, essa pessoa estará na lista dos descartáveis?

Não se engane. Você deixa suas digitais em todo trabalho que realiza. As pessoas bem sabem quem o realizou.

Em suma

Fotos: Marie HippenmeyerVocê quer que o trabalho que executa seja algo pelo qual se orgulha. Quer que as tarefas que assume contribuam para sua carreira, não que o façam retroceder. Então vá além e realmente tome posse de cada iniciativa pela qual é responsável. E posso garantir: os demais vão perceber.

Afinal, você não quer que o Vice Presidente comunique ao Recursos Humanos:

“Podemos abrir mão do/da _____________________ (insira o seu nome aqui). Ele/Ela nunca faz muito mesmo.”

Ao invés disso, na próxima reunião da empresa, você quer que o CEO se levante e diga:

” Gostaria de agradecer especialmente ao/à _____________________(insira o seu nome aqui) pelo belo trabalho realizado no projeto XX.”

Sem dúvida, esse é um grande passo em direção ao topo da pirâmide. Quem não quer dá-lo?

Conte comigo,

Pablo

P.S. – Gostou? Para me seguir no Facebook, acesse https://www.facebook.com/coachingexecutivo

Anúncios
h1

As 10 Melhores Resoluções para um 2016 Mais Positivo (II)

Janeiro 6, 2016

images-2Minhas primeiras cinco recomendações para resoluções de Ano Novo vão deixar sua vida em 2016 bem melhor. Este segundo pelotão de 5 recomendações vão selar o seu êxito. Acredite.

Ter coragem profissional para sair da zona de conforto. Você bem sabe quando se encontra na sua zona de conforto, certo? Um problema aparece e aí você escuta as desculpas que sua mente elabora sobre porque você não precisa falar, ou sobre porque se posicionar sobre uma questão vai acabar colocando-o em apuros. Ao menos uma vez, quando se encontrar nesta situação, coloque para fora o que está realmente pensando. Tão logo o choque inicial se dissipar, seus colegas vão admirá-lo. Se você soubesse o quão importante é que os integrantes de uma organização dêem feedback honesto e participem de corpo e alma nos conflitos necessários para aprimorar produtos ou serviços oferecidos aos clientes, não pensaria duas vezes em tomar tal atitude.

Quando começar a quebrar as barreiras que você mesmo se impôs, vai perceber que se expressar é cada vez mais e mais fácil. Por quê? Porque vai descobrir que pode sobreviver à experiência. Na verdade, sua carreira vai decolar como resultado da sua opção em deixar de lado sua confortável “caverna”. A maior parte das pessoas que decidem ter coragem profissional esperam o pior, mas acabam se vendo recompensadas pela nova postura. E, se por ventura você se vir “apanhando”, talvez seja hora de procurar um emprego diferente… Afinal de contas, você não preferiria trabalhar onde pode expressar o que pensa com segurança?

Ouvir mais do que falar. O velho ditado sobre uma boca e duas orelhas é uma realidade. Como gerente, gasta muito do seu tempo em atividades e esforços que visam resolver problemas. Planeje neste ano ouvir tudo que seus colegas estão dizendo. Talvez seja isso o eles queiram: serem ouvidos, não conselhos ou “A” solução dos seus problemas. Talvez descubra nesse processo que não precisa assumir os “pepinos” para si. Sua capacidade de escutar pode encorajá-los a resolver seus próprios problemas. Quando eles se sentem plenamente ouvidos e com 100% de sua atenção, estarão mais predispostos a sair da inércia e agir. Nas palavras de Stephen Covey: procure primeiro compreender, depois ser compreendido.

Desenvolver um método para monitorar suas metas de vida, seus compromissos diários e sua lista de tarefas. Montar um planejamento, seja através do Microsoft Office Outlook no seu notebook ou no seu smartphone, vai permitir esvaziar muito dos detalhes diários que ocupam sua mente. Com isso mais espaço mental vai sobrar para destinar à pensamentos mais importantes.

Seja via papel & caneta ou via aparelhos eletrônicos, acompanhar suas atividades diárias vs. suas metas mais importantes é fundamental. Você quer se assegurar que vai realizar suas prioridades, certo? Então comece a estruturar sua metodologia, seja qual for.

Ler vorazmente para seguir aprendendo e crescendo. Eu planejo ler um par de livros por mes, além de revistas, jornais on-line e o The New York Times. Nem sempre consigo atingir esta meta, mas ela está sempre presente. Tente ler amplamente. Fuja dos livros sobre negócios de vez em quando para abordar outros temas que podem aprimorar seu ponto-de-vista.

Adotar um novo hobby ou uma nova atividade este ano. Talvez este seja o ano de começar sua nova coleção. Eu comecei a escrever um diário no WhatsApp, por exemplo. Se algo sempre o intrigou e provocou sua curiosidade, resolva dar os primeiros passos em participar do quer que seja este ano. Você acabará adicionando um nova dimensão ao seu mundo.

Se levar um pouco menos à sério. Na medida em que batalhamos por sucesso, podemos acabar ficando presos a sérias deliberações, aconselhamentos e soluções de problemas. Dedique um tempo para rir. Tire um tempo para sentir o cheiro de bolos e pães assando. Sorria quando ouvir estórias sobre tudo aquilo que os alucinados dos seus funcionários estão fazendo: você não precisa ser a “mãe” ou o “pai” o tempo todo. Curta o seu time por todas as pequenas esquisitices e diferenças…

Fotos: Marie Hippenmeyer(Tudo bem, eu menti. Para aqueles que estão contando, na realidade há 11 resoluções aqui, mas é que não quis abrir mão de nenhuma das anteriores… )

Desejo-lhe um feliz, saudável, próspero e fora-de-série 2016 e não deixe de adotar estas resoluções de Ano Novo (além de outras que você criar).

Conte comigo e sucesso neste novo ano!

Pablo

P.S. – Gostou? Para me seguir no Facebook, acesse https://www.facebook.com/coachingexecutivo

h1

As 10 Melhores Resoluções para um 2016 Mais Positivo

Janeiro 6, 2016

batanga-mdiaAs resoluções de Ano Novo predominam nas listas de prioridades a cada início do ano. O novo ano é um recomeço, portanto novas metas, novos planos, novos sonhos e novas direções alimentam nosso imaginário.

Por isso recomendo: não deixe de colocar por escrito suas resoluções para o Ano Novo. Você terá a oportunidade de reabastecer, revitalizar e renovar o seu espírito, aproveitando todas as possibilidades que se descortinam em 2016.

E se me permitir dar uma dica adicional, anote: se puder, dedique-se mais a si mesmo este ano. Isso não tem preço…

Mas vamos ao ponto principal deste post. Abaixo seguem 10 resoluções para aquelas pessoas que trabalham no mundo corporativo. Espero que elas o ajudem a fazer deste ano um ano fora-se-série!

Prometa que vai:

Fazer todo santo dia algo que realmente gosta muito (e que você faz como ninguém). No livro Primeiro Quebre Todas as Regras!, Marcus Buckingham e Curt Coffman da Gallup Organization descobriram essa questão crítica entrevistando 80.000 gerentes. Nestas entrevistas, eles resumiram o questionário focando-se naquelas 12 questões que definem mais claramente ambientes de trabalho felizes, engajadores e produtivos. Preste atenção nas 3 primeiras:

  • Sei o que é esperado de mim no trabalho?
  • Tenho o material e o equipamento que necessito para fazer o meu trabalho direito?
  • No trabalho, tenho a oportunidade de fazer o que faço de melhor todo dia?

As pessoas que podiam responder afirmativamente estas perguntas estavam mais propensas a serem felizes e produtivas. Dito isto, só me resta dizer “Apaixone-se pelo seu trabalho! Faça todo dia algo que você faz como ninguém mais!”

Fazer todo santo dia algo só para você . Como executivo ou como profissional, você pode acabar fazendo coisas para os demais praticamente o tempo todo no seu horario de trabalho. Se ainda por cima tem uma familia que ocupa seu horário fora do trabalho, este risco é dobrado. Portanto, resolva dedicar todos os dias um tempo para si, seja ele para se exercitar, relaxar, refletir, fazer um jantar especial, tomar sorvete, escrever um artigo, jardinar, dar uma volta com o seu cachorro ou qualquer outra atividade que lhe dê prazer. Apenas se assegure que a atividade é diferente daquilo que já faz ao longo do dia. No final, pode ter certeza: você vai sentir a vida pulsando em suas veias!

Se dar crédito e tapinhas nas costas quando fizer por merecer. No estudo da Gallup (mencionado anteriormente), esta questão definiu os locais de trabalho mais produtivos. Pessoas que tinham recebido aprovação ou reconhecimento pelo seu trabalho nos últimos 7 dias eram mais felizes e produtivas que as demais.

Nesta era de funcionários mais independentes e controles gerenciais mais flexíveis, as possibilidade de uma interação frequente com o seu chefe é menor. Portanto, é importante um auto-reconhecimento pelos belos esforços realizados. Uma forma de fazer isso é manter um arquivo de notas positivas, cartas de agradecimento e mensagens sobre projetos exitosos. Eu costumava chamar o meu de “Coisas Legais”. Em suma: pare para curtir o seu sucesso a cada projeto ou iniciativa que você finalizar.

Batalhar para aprender algo novo todo santo dia. É fácil ficar preso nas mesmas coisas de sempre. Leia um artigo. Discuta uma nova abordagem com um colega. Pesquise na internet o que outras organizações estão fazendo… As oportunidades para aprender estão se muntiplicando todos os dias na era da informação. Agarre aquelas que mais chamarem a sua atenção.

Fazer contatos profissionais e, é claro, networking. Procure colegas com os quais você perdeu contato. Se assegure de marcar pelo menos um encontro profissional todos os meses. Você vai se beneficiar das amizades e dos relacionamentos que desenvolver a partir de uma participação ativa. Não é o suficiente apenas se conectar. Você precisa participar para colher as recompensas de uma verdadeira rede colaborativa profissional.

Fotos: Marie HippenmeyerPara um 2016 mais positivo e para estar apto a transformar resoluções em realidade, conte comigo.

Pablo

P.S. 1 – Quer ver as 5 seguintes?

P.S. 2 – Gostou? Para me seguir no Facebook, acesse https://www.facebook.com/coachingexecutivo