h1

Chato(a) de Galocha

Dezembro 29, 2009
Por que é que esta época do ano, com todo este calor, enchentes e engarrafamentos, me faz lembrar dos funcionários que tem atitudes negativas? Talvez por que todos eles tiram um bocado da alegria do dia. Se você tem problemas com funcionários negativos, você pode fazer algo sobre isso. Na realidade, você DEVE fazer algo sobre isso.

O post Lidando com Funcionários Difíceis fala sobre como lidar com sucesso com as atitudes negativas dos funcionários, antes que elas se espalhem. Portanto não perca outro dia deste verão se preocupando com isso. Entre em ação imediatamente para corrigir o problema.

Anúncios

17 comentários

  1. LinkedIn Groups
    Group: VAREJO – TENDÊNCIAS, GESTÃO E ESTRATEGIA
    Subject: New comment (1) on “Chato(a) de Galocha”

    No mundo corporativo, um ambiente ideal é aquele onde as pessoas não apresentam qualquer defeito de “fabricação” ou que, pelo menos, não demonstrem estes comportamentos diversos.
    É mais ou menos como o “politicamente correto”, não passa de uma enorme hipocrisia. Infelizmente, a natureza humana e até as empresas estão muito longe desta perfeição. O simples fato de entender esta condição já é um avanço

    Posted by Fernando Gerazo

    Gostar


  2. LinkedIn Groups
    Group: Ética – Profissionais Éticos
    Subject: New comment (1) on “Chato(a) de Galocha”

    Li, muito bom!

    Mas e quando o “chato de galocha” é um dos melhores do time??

    Posted by Myriam Teodoro

    Gostar


  3. Olá Myriam, obrigado pelo comentário.
    Não se pode negar, nem mesmo ao melhor do time, a oportunidade de crescer via feedback. Lembre-se que o que levou o melhor do time à posição que ocupa pode não levá-lo para a próxima etapa…
    Cabe ao gerente responsável por este profissional, e responsável também pelo espirito-de-equipe do time que lidera, a desenvolver o funcionário difícil em todos os aspectos (tanto intelectual quanto emocionalmente). Colocar em risco o clima organizacional em funçãodos resultados que ele proporciona pode ser uma aposta muito perigosa.
    Um abraço e Feliz 2010!

    Gostar


  4. LinkedIn Groups
    Group: Ética – Profissionais Éticos
    Subject: New comment (3) on “Chato(a) de Galocha”

    .. é eu fiz esse comentário pq tive um colega de trabalho q fazia “brincadeirinhas” desagradáveis com todos (inclusive com o nosso diretor…) o tempo todo… não dava trégua… e qdo faziam com ele ele ficava todo ofendido!! e o pior é q o cara era muito bom no que fazia!! por esse motivo nossos superiores ignoravam as brincadeiras toscas e até aceitavam certas “brincadeiras”!!..
    difícil…

    bom, Feliz Ano Novo pra vc tbm… muito sucesso em 2010!!

    Posted by Myriam Teodoro

    Gostar


  5. LinkedIn Groups
    Group: Networking São Paulo
    Subject: New comment (1) on “Chato(a) de Galocha”

    Exatamente, Pablo. Nós, aqui na CAB, estamos lidando com servidores que foram convocados e muitas vezes esse convívio fica bem complicado…

    Posted by Jerônimo Souza

    Gostar


  6. LinkedIn Groups
    Group: Networking São Paulo
    Subject: New comment (3) on “Chato(a) de Galocha”

    Um chato é chato em qualquer lugar!

    Posted by Jerônimo Souza

    Gostar


  7. LinkedIn Groups
    Group: MBA FGV (1700+)
    Subject: New comment (1) on “Chato(a) de Galocha”

    Muito bom Pablo. Meus parabéns.

    Posted by Rodrigo Souza

    Gostar


  8. LinkedIn Groups
    Group: GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS
    Subject: New comment (1) on “Chato(a) de Galocha”

    Caro Pablo, sempre existirão os denominados profissionais chatos dentro das organizações. O tipo pedante, aquele que não vê as iniciativas positivas da liderança da organização, os que por natureza são pessimistas ou egoístas, e, ainda aqueles que simplesmente estão passando por um período de dificuldades na vida pessoal ou mesmo profissional. Cabe á nós na qualidade de lideres saber avaliar e administrar a situação de modo a identificar a razão pela qual, tal fato está ocorrendo para tomar uma atitude. Na maioria das vezes é possível superar, tais dificuldades. Se as iniciativas fracassarem e dar margem para o contágio do grupo, não cabe outra alternativa, senão o afastamento do´profissional. Abs. Feliz 2010.

    Posted by Marco Pontes

    Gostar


  9. Sempre existirão funcionários e colegas chatos, chato é chato em qualquer lugar, mas quando essa “característica pessoal” passa a atrapalhar o desenvolvimento do trabalho e a harmonia do grupo, mesmo após adequado treinamento e conversas, está na hora de agir em prol da empresa e da preservação de um ambiente saudável.
    É a hora de pensar naquele tópico excelente postado por voce Pablo: “O que fazer para não se sentir sobrecarregado em 2010″… porque aturar chato improdutivo ninguém merece né?!
    Um abraço a todos,
    Katia

    Gostar


  10. LinkedIn Groups
    Group: MBA FGV (1700+)
    Subject: New comment (2) on “Chato(a) de Galocha”

    Pablo, excelente abordagem sobre o assunto. É normalmente um grande desafio fazer com que pessoas com atitudes negativas enxerguem e alterem seu comportamento.
    Parabéns, as sugestões de abordagem de seu artigo são diretas, práticas e objetivas.

    Posted by Rubens Albino

    Gostar


  11. LinkedIn Groups
    Group: Networking São Paulo
    Subject: New comment (5) on “Chato(a) de Galocha”

    Prezado Pablo,

    O artista Oswaldo Montenegro compôs uma música que descreve alguns tipos de chatos, vale a pena ouvir.
    Tem dois tipos de chato: aquele que os outros acham que é chato, e o que sabe que é chato.
    O que sabe que é chato, é o mais perigoso, porque não aceita a sua chatura, pode ser considerado crônico.
    Todos precisam de ajuda.
    O ideal seria que o verdadeiro amigo desce um toque.
    Porém, devemos nos dar conta que pelo menos uma vez agimos como chatos.
    Sem neura, pois algumas vezes o momento nos torna chatos, e somos reconhecidos.
    Observam-se os chatos contumazes e os ocasionais.
    Calma, o chato é só chato, e não é mau caráter.
    Paciência e um pouco de caridade não custa nada, e acima de tudo ouvir é mais fácil do que o simples repúdio.

    Abraço,

    Jorge

    Posted by Jorge Canal Michalski

    Gostar


  12. LinkedIn Groups
    Group: Networking São Paulo
    Subject: New comment (6) on “Chato(a) de Galocha”

    Jorge…

    Adorei seu comentário! Devem ter muitos chatos sofrendo…Abaixo o repúdio!!

    Sds,
    Anne

    Posted by Anne Sophie Matthey-Henry

    Gostar


  13. LinkedIn Groups
    Group: Networking São Paulo
    Subject: New comment (7) on “Chato(a) de Galocha”

    Jorge, ouvi um chato durante anos, com muita paciência. Até que esse chato quis direcionar minha vida. Aí foi o fim da picada!

    Posted by Jerônimo Souza

    Gostar


  14. LinkedIn Groups
    Group: Lean Six Sigma Brazil
    Subject: New comment (3) on “Chato(a) de Galocha”

    Parabéns Pablo

    É assim mesmo que as coisas acontecem. Às vezes penso: por que existem tantos negativistas a nossa volta? E por que estes querem sempre ter razão sobre os que agem positivamente? Não poderia ser ao contrário?

    Excelente post. Muito claro e realista.

    Abraços e Feliz 2010 !!

    Posted by Kleber Marques

    Gostar


  15. Pablo,

    2009 foi o ano de ter paciencia, de oferecer treinamentos adequados, de muita conversa e orientações.
    2010 chegou e….. hora de passar uma borracha! E recomeçar com uma equipe previamente selecionada através de uma boa recrutação e treinamento prévio.
    Apesar daquela sensação meio triste de não ter conseguido alcançar o objetivo, pelo menos ficou o aprendizado que é melhor “perder tempo” numa seleção e treinamento adequados do que ficar dando “murro em ponta de faca”.
    Um abração!
    Katia

    Gostar


  16. LinkedIn Groups
    Group: Networking São Paulo
    Subject: New comment (9) on “Chato(a) de Galocha”

    Só tenho a dizer: Descubra qual é o seu pior defeito e disponha-se a corrigi-lo. claudia

    Posted by Claudia Chamas

    Gostar


  17. LinkedIn Groups
    Group: Networking São Paulo
    Subject: New comment (10) on “Chato(a) de Galocha”

    Cláudia:
    Acertastes na mosca.
    Na verdade, ninguém é perfeito aos nossos olhos, imagina pelos dos outros!
    Ninguém escapa de um momento de chatura.
    Os amigos também servem para dar um toque, e a nós a humidade em aceitar.
    Saudações,
    Jorge

    Posted by Jorge Canal Michalski

    Gostar



Expresse sua opinião

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: